acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia Eólica

Abeeólica realiza encontro com comitiva da Espanha para promover cooperação bilateral

17/11/2009 | 09h52

Com um dos maiores parques eólicos do mundo, que é responsável por 12% do seu abastecimento de energia elétrica, a Espanha implantou um modelo de fomento às energias renováveis que tem propiciado um retorno dos investimentos em geração de eólica equivalente a seis vezes os valores aplicados, em um setor que, em 2010, deverá movimentar diretamente cerca de 2,65 bilhões de euros e empregar mais de 48 mil pessoas, direta e indiretamente.

 

É com a expertise de quem fez dessa atividade um negócio sólido e sustentável, com a implantação de um correto marco regulatório, que uma comitiva formada por representantes do governo e iniciativa privada da Espanha participa do encontro bilateral promovido pela ABEEólica (Associação Brasileira de Energia Eólica), AEE (Associación Empresarial Eólica), da Espanha e GWEC (Global Wind Energy Council), que está acontecendo hoje, em São Paulo.

 

O evento, denominado “Jornada Técnica Brasil Espanha - Um marco de apoio para o desenvolvimento da energia eólica no Brasil”, contará com a participação das principais empresas de geração, distribuição e comercialização de energia elétrica dos dois países, bancos e agentes financiadores de projetos, representantes dos respectivos governos e demais investidores em energia renovável e complementar.

 

O objetivo é aprofundar o conhecimento da importância da energia eólica, estimular a cooperação técnica e o aporte da experiência internacional e principalmente espanhola em termos de marco regulatório – fator decisivo para a viabilidade desta atividade. Também estão previstas reuniões entre empresários brasileiros e espanhóis, com o objetivo de avaliar a identificação de oportunidades de negócios e de empreendimentos nesta área no Brasil.

 

“A bem sucedida experiência regulatória da Espanha pode contribuir para avaliarmos os custos potenciais e os benefícios que a geração eólica pode trazer para a economia brasileira, com a implantação de um marco regulatório adequado e capaz de viabilizar a atividade em larga escala no País”, afirma Lauro Fiuza Jr., presidente da ABEEólica.

 

A entidade tem realizado uma série de iniciativas para inserir a energia eólica na matriz elétrica brasileira. Este é o segundo encontro entre os dirigentes de energia eólica do Brasil e da Espanha – o primeiro aconteceu na Espanha, em abril de 2007, e contou com a presença do ministro de Minas e Energia, representantes da EPE, Eletrobrás, das comissões especiais de energia renovável da Câmara.  Esse encontro recebeu o patrocínio de várias empresas espanholas que têm interesse no Brasil.

 

Capacidade instalada na Espanha

O parque eólico espanhol conta com 16.740 MW de capacidade instalada, dos quais 1.609 foram implantados em 2008. O objetivo do país é contribuir para que a Europa atinja a meta de ter 20% de energia renovável até 2020, o que significará contar com 40 mil MW de eólica instalada em terra e 5 mil MW no mar.

 

Entre os benefícios obtidos pela Espanha com o incentivo à energia eólica destaca-se a estruturação de uma indústria competitiva, que conta com mais de 700 empresas (entre fabricantes de aerogeradores, componentes, de engenharia e serviços), exporta cerca de 2,55 bilhões de euros ao ano, tem impacto positivo sobre a balança comercial – inclusive em função da redução das importações de combustíveis fósseis -, e contribui fortemente para a redução da emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE) – a previsão é de resgate de 24,66 milhões de toneladas de CO2 em 2010.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar