acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Campos Maduros

Witzel: "Precisamos investir na exploração dos campos maduros e gerar mais emprego"

27/06/2019 | 10h57

O governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (foto), participou da abertura da 10ª edição da Feira Brasil Offshore, na tarde de ontem (26), no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho. Em seu discurso ele falou sobre a importância de exploração e investimento na Bacia de Campos, especialmente nos campos maduros, no intuito de atrair novas empresas e gerar mais empregos.

"Com as empresas vindo explorar os campos maduros na Bacia de Campos isso já vai refletir no aumento na geração de emprego na região. O mercado será ampliado e novos recursos do próprio estado serão investidos refletindo ainda no turismo local. Por isso é importante manter os royalties do petróleo com os estados produtores. Não podemos aceitar que haja a divisão dos royalties com municípios não produtores", disse o governador.

Wilson Witzel chegou por volta das 14h20 no Centro de Convenções acompanhado dos secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego e Renda, Lucas Tristão, e do secretário de Estado de Turismo, Otávio Leite. Os deputados estaduais Welberth Rezende (PPS) e Chico Machado (PSD), além do deputado federal Felício Laterça (PSL) também estiveram presentes na abertura da feira.

Witzel ainda falou sobre a importância de atrair mais refinarias de petróleo para o Estado do Rio. "Podemos ter mais refinarias de petróleo aqui e refinar mais petróleo porque hoje, com o regime de ICMS, se nós refinarmos mais petróleo, além de gerarmos mais empregos, nós vamos ter condições de gerar mais ICMS para o nosso Estado", afirmou Witzel, dizendo que o governo estará à disposição para este trabalho.

Witzel destacou ainda que está alinhado com o governo do presidente Jair Bolsonaro e ressaltou a importância de investir para que o Brasil volte a ser um país que tenha oportunidade para a indústria. "A energia é fundamental para poder dar o crescimento da indústria do nosso país. Nós temos tantas reformas para fazer. Nós temos a reforma da Previdência, que vai acontecer, e outras reformas também virão, mas o nosso país precisa recuperar a capacidade de gerar riquezas", disse.

Já o prefeito Dr. Aluízio, que recebeu o governador em seu gabinete, destacou que a geração de novos postos de trabalho ainda precisa ser o principal resultado das mudanças estratégicas e políticas, ocorridas na indústria de óleo e gás no Brasil.

O prefeito destacou o potencial da transformação do gás produzido na Bacia de Campos em energia, através da instalação de termelétricas na cidade, afirmando que a perseverança da indústria offshore instalada em Macaé, ao enfrentar cenário de recessão desde 2014, é a garantia de que o setor tem o potencial necessário de se reerguer.

"Já produzimos 84% do petróleo nacional e hoje chegamos a 47%. Geramos muitos royalties, mas vivemos o cenário do desemprego. A indústria precisa dizer que temos mais 10 anos de produção. E óleo só vale quando vira barril. O emprego só existe neste formato", destacou.

O prefeito afirmou também que a Brasil Offshore se tornou, nas últimas três edições, o espaço ideal para se discutir medidas que garantirão passos importantes para a reestruturação do mercado de óleo e gás. "O momento agora é do gás. A primeira grande pauta da feira foi a quebra do monopólio. Já discutimos também os campos maduros, agora está na hora da virada", apontou.



Fonte: O Debate, 27/06/2019
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar