acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Posse

Wilson Ferreira Júnior é o novo presidente da Eletrobras

28/07/2016 | 09h48
Wilson Ferreira Júnior é o novo presidente da Eletrobras
Agência Brasil Agência Brasil

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, comemorou nesta quarta-feira a oficialização de Wilson Ferreira Júnior como presidente da Eletrobras e dos novos conselheiros. Durante a cerimônia de posse de Ferreira, Coelho Filho afirmou que a economia brasileira está entrando em outro momento, com retomada dos investimentos.

“Nosso tempo é muito curto. A janela de oportunidade que nós temos para o Brasil é única. O governo vai dar certo, a Eletrobras vai dar certo, a economia vai voltar a crescer. Não é porque estamos trabalhando muito, mas é porque o povo quer que dê certo. E vai dar certo, pois estamos apontando para a direção certa", disse o ministro na cerimônia de posse de Ferreira, na sede do Ministério de Minas e Energia.

Fernando Coelho Filho disse estar “extremamente animado” com a nova composição do conselho da Eletrobras, o que marca um novo momento na empresa, no qual ela vai perseguir o melhor retorno a seus acionistas e consequentemente à sociedade, com geração de renda. Para ele, o time montado para administrar a empresa é o melhor possível, capaz de “fazer inveja” para qualquer empresa de grande porte.

“A Eletrobras voltará sim, assim que puder, a ser indutora do crescimento energético brasileiro, mas ela tem de também visar seu retorno. Não é porque é uma empresa pública que tem de topar qualquer tipo de aventuras”, disse.

Ele aproveitou para agradecer a todos da empresa e do setor elétrico e reforçou que está aberto ao diálogo e a ouvir os diversos segmentos. “Não tem com a gente sair da situação que estamos sem esforço de todos”, afirmou. “Precisamos aproveitar esse conhecimento humano espetacular que a gente tem no MME, na Eletrobras, no setor. Tenho feito esse exercício, de abrir a agenda do MME, para que a gente possa conversar mais, ouvir mais”, disse.

Concessões

Em conversa com os jornalistas ao final do evento, o ministro afirmou que agora caberá a Wilson Ferreira montar seu plano de ação, que pode ter como um das medidas a saída da empresa do ramo de distribuição. O ministro disse que Ferreira vai analisar a possível venda de outros ativos, como em sociedades de propósito específico (SPEs) que poderão reforçar o caixa da empresa.

O MME também irá submeter ao Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) projetos passíveis de concessão ou investimentos, inclusive na área de petróleo e gás. Ainda este ano devem ocorrer leilões de transmissão e é possível que sejam realizados dois leilões de energia.

Sobre as seis distribuidoras não renovadas pela Eletrobras, o ministro afirmou que, a depender de formatação dos certames pelo BNDES e pelo Ministério do Planejamento, pode ocorrer leilão de alguma das empresas ainda este ano.



Fonte: Redação/Assessoria MME
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar