Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.

acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Coronavírus

Vai até 31 de março o teletrabalho em caráter excepcional, divulga Petrobras

18/11/2020 | 18h14

A Petrobras vem acompanhando continuamente o quadro de saúde causado pela pandemia da Covid-19. Como mais uma medida de prevenção e proteção à saúde dos seus colaboradores, a companhia adiou, em caráter excepcional, o prazo para retorno às atividades presenciais em regime administrativo cujas atividades continuam viáveis remotamente. O teletrabalho nos moldes atuais, durante cinco dias na semana, está prorrogado até 31 de março de 2021.

A companhia continuará monitorando os cenários interno e externo, com avaliação constante das decisões tomadas, tendo sempre como foco a prevenção e a segurança das pessoas. Em função de uma possível mudança de cenário da pandemia e dos locais em que a Petrobras atua, as condições de retorno poderão ser alteradas.

Algumas atividades, por sua natureza e essencialidade, não podem prosseguir de forma remota. Nesses casos, quando o retorno for necessário, os colaboradores serão comunicados com antecedência e a volta será realizada sempre de forma segura e gradual. Nas áreas operacionais, bem como para todas as instalações onde o retorno ao trabalho presencial já vem acontecendo, a companhia segue aprimorando as medidas preventivas que buscam proteger a saúde das pessoas que precisam manter o trabalho presencial para garantir a prestação de serviços essenciais à sociedade.

Veja abaixo os destaques da atuação contra a Covid-19 dentro das instalações da companhia:

• Adoção de teletrabalho emergencial até 31 de março para empregados que podem desempenhar as atividades remotamente;

• Mais de 320 mil testes realizados com estratégia de testagem ampla para suspeitos e contactantes e para inquérito epidemiológico;

• Monitoramento em tempo real de casos com uso de inteligência de dados;

• Cuidados especiais para embarque em plataformas: monitoramento de saúde antes do embarque, briefing virtual e triagem com testagem diagnóstica no pré-embarque;

• Ajustes nas rotinas operacionais, com reforço na higienização e distanciamento nos ambientes;

• Mais de 11 milhões de máscaras faciais distribuídas nas unidades operacionais;

• Avaliação rigorosa de riscos para retorno gradual do efetivo presencial em unidades operacionais.



Fonte: Redação TN Petróleo, Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar