acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Rio Oil & Gas 2016

Uma nova matriz para o consumo crescente de energia no mundo futuro

26/10/2016 | 08h07
Uma nova matriz para o consumo crescente de energia no mundo futuro
Divulgação/Kamel Ben Naceur, IEA Divulgação/Kamel Ben Naceur, IEA

A indústria de petróleo e gás já entendeu que a diversificação da matriz energética é uma realidade que vai nortear o consumo crescente de energia no mundo nos próximos anos. Foi esse o pensamento que prevaleceu na plenária Padrões de Oferta e Consumo de Energia Passados e Futuros e Implicações na Alocação de Capital. Na avaliação de Kamel Ben Naceur, diretor de Sustentabilidade, Tecnologia e Perspectivas da Agência Internacional de Energia (IEA - sigla em inglês), chama atenção a redução nos investimentos em energia nos últimos anos.

Ele citou dados da própria agência, que apontam que foram investidos 1,8 trilhão de dólares em energia em 2015, uma queda de 8% em relação ao ano anterior. Essa redução, destacou, foi na contramão do crescimento em investimentos registrado entre 2010 e 2014. A tendência para 2016 e 2017 é que permaneça essa queda. Ben Naceur destacou ainda a presença cada vez maior das renováveis na matriz energética, que hoje já somam 17% do total, contra 46% de petróleo e gás. Entre os combustíveis fósseis, o especialista acredita que a demanda por óleo e carvão vai continuar crescendo, mas o que será bastante demandado é o gás natural.

 

 



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar