Oleoduto

Transpetro conclui construção de um novo trecho do Oleoduto Paulínia-São Paulo (Opasa 16)

Redação TN Petróleo/Assessoria Transpetro
08/07/2024 16:23
Transpetro conclui construção de um novo trecho do Oleoduto Paulínia-São Paulo (Opasa 16) Imagem: Divulgação Visualizações: 290 (0) (0) (0) (0)

A Transpetro inaugurou nesta sexta-feira (5/7) um novo trecho do Oleoduto Paulínia-São Paulo (Opasa 16), em São Paulo (SP). O empreendimento teve investimento de R$ 465 milhões e substituiu 68 quilômetros de tubos do ativo que liga a Refinaria de Paulínia (Replan) ao Terminal Terrestre de Barueri. A nova infraestrutura aumenta a segurança, a eficiência operacional e traz avanços tecnológicos que permitem aumentar em até 60% a capacidade de movimentação. 

Essa é a maior obra de engenharia de dutos terrestres realizada no Brasil nos últimos dez anos. O projeto foi conduzido integralmente pelas equipes técnicas da Transpetro, com o apoio da Petrobras, e foi concluída em 15 meses. 

“A inauguração do novo duto Opasa representa um marco na infraestrutura de transporte de combustíveis no Brasil. Na última década, não tivemos histórico no país da construção de um duto terrestre similar, com essa extensão e tecnologia. Além de possibilitar a geração de frentes de emprego, a execução de uma obra tão complexa como essa, conduzida por trabalhadores e trabalhadoras da Transpetro, evidencia nossa capacidade técnica única e expertise tecnológica. A Transpetro está comprometida em ser uma empresa com soluções logísticas cada vez mais eficientes, gerando valor tanto para a sociedade quanto para nossos clientes”, ressaltou o presidente da companhia, Sérgio Bacci. 

O novo empreendimento substituiu o duto original por nova estrutura dotada de tecnologias mais avançadas de revestimento e isolamento térmico. A nova condição possibilita ainda ampliar em até 60% a capacidade do oleoduto, de aproximadamente 200 milhões de litros por mês para movimentação de óleo combustível. A entrega deste projeto complementa uma primeira etapa de obras, quando foram substituídos 31 quilômetros de tubos do Opasa 16.

“Nossas equipes foram responsáveis por todas as fases da obra, desde o projeto de engenharia até a etapa de construção e montagem. Tivemos 25 frentes de serviço simultâneas em nove municípios entre Paulínia e Barueri, com 670 empregos diretos durante a execução. Essa inauguração reforça o objetivo da companhia de assegurar maior confiabilidade, disponibilidade operacional e movimentação mais eficiente, nesse caso para a Replan, maior refinaria do país. Garantir o escoamento seguro e eficiente do óleo de combustível produzido na Replan é também garantir os níveis de produção e escoamento dos demais derivados, como a gasolina e o diesel, que são tão essenciais para a nossa economia”, destacou o diretor de Dutos e Terminais, Márcio Guimarães.

“A obra de substituição do Opasa 16, conduzida com excelência pelo time da Transpetro, faz parte do Portfólio de investimentos da Petrobras que garantem a Logística como um diferencial competitivo da Companhia. Temos buscado oportunidades semelhantes em todo o país, integrando de forma segura e eficiente todos os elos da cadeia produtiva para gerarmos valor para nossos clientes e para a sociedade, contribuindo para a geração de emprego e renda e ajudando no crescimento do país”, afirmou o diretor de Logística, Comercialização e Mercados da Petrobras, Cláudio Schlosser.

O Opasa 16

•    Diâmetro: 16 polegadas
•    Comprimento total: 99 km
•    Origem: Refinaria de Paulínia – Replan (SP)
•    Destino: Terminal Terrestre de Barueri (SP)
•    Municípios percorridos: 9 (entre Paulínia e Barueri)
•    Produto movimentado: Óleo Combustível

Números da obra

•    Investimento total: R$ 465 milhões
•    Trecho de duto substituído: 68 km 
•    Período de execução: 15 meses
•    Frentes de serviço simultâneas: 25
•    Empregos diretos: 670
•    Equipamentos mobilizados: 197
•    Tubos substituídos: 5.682 tubos

Mais Lidas De Hoje
veja Também
Sergipe Oil & Gas 2024
Fábio Mitidieri discute com Petrobras novas estratégias ...
23/07/24
Sergipe Oil & Gas 2024
Será inaugurado terça-feira (23/07), o gasoduto que inte...
23/07/24
Sergipe Oil & Gas 2024
Semana do Petróleo, Gás e Energia começa em Sergipe
23/07/24
Apoio Offshore
CBO assina com Equinor para operar PSV Delta Cardinal
22/07/24
Oportunidade
Subsea7 oferece diversas vagas de emprego onshore e offs...
22/07/24
Oportunidade
ICONIC desenvolve banco de talentos exclusivamente para ...
22/07/24
Fenasucro
Brasil terá 20 novas biorrefinarias de etanol de milho n...
22/07/24
Bacia de Campos
Sonda Valaris DS-17 fará a perfuração do projeto Raia no...
22/07/24
Combustíveis
No fechamento do semestre, os combustíveis mais caros fo...
22/07/24
Estudo
Coral invasor é resistente a compostos biocidas usados e...
22/07/24
Etanol
Anidro cai 0,98% após 5 semanas em alta; hidratado fecha...
22/07/24
Petroquímica
Petrobras e Braskem concluem testes de produto químico c...
19/07/24
Terminais
Vast e Vibra fecham acordo de 20 anos para movimentação ...
19/07/24
Gasodutos
SCGÁS: Primeiro semestre de 2024 é marcado por avanços n...
19/07/24
Pessoas
Cristiane Schmidt assume presidência da MSGÁS
19/07/24
Energia Elétrica
Com 5,7 GW instalados, expansão da matriz elétrica brasi...
19/07/24
Certificação
FPSO Bacalhau é primeiro no mundo a receber a notação DN...
18/07/24
Certificação
Porto do Açu Operações recebe certificação internacional...
18/07/24
Premiação
ComBio é premiada com Selo Verde de Sustentabilidade
18/07/24
Evento
Repsol Sinopec lança primeiro desafio para buscar soluçã...
18/07/24
Rio Grande do Norte
Exploração e desenvolvimento das Bacias da Margem Equato...
18/07/24
VEJA MAIS
Newsletter TN

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.