acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Tecnologia

Transformação digital na Petrobras explora o uso da tecnologia Blockchain

30/04/2019 | 15h41

Institucional

Imagine um cenário em que os registros das transações entre empresas, fornecedores, consumidores e instituições sejam feitos de forma totalmente digital, integrada. Agora pense num grande banco de dados que vai registrar essas informações de maneira imutável, onde a origem de cada uma dessas operações seja totalmente rastreável. Essa tecnologia já existe e é conhecida como Blockchain.

Para traçar um panorama da aplicação dessa tecnologia em diversas organizações e processos, a Petrobras, em parceria com o BNDES e a PUC-Rio, promoveu este mês, no Cenpes, palestras sobre projetos, desafios e avanços no tema, que passa pela transformação digital e cultural da indústria de petróleo e gás.

"A transformação digital é estratégica em nosso contexto de negócios porque temos pressa em escolher as tecnologias capazes de capturar valor e entregar resultados no curto prazo. O Blockchain é uma de nossas escolhas tecnológicas nesse desafio", pontuou Rudimar Lorenzatto, diretor de Desenvolvimento da Produção e Tecnologia da Petrobras, na abertura do evento.

"A história da Petrobras é marcada pela liderança em tecnologias submarinas que nos levaram até o pré-sal e hoje a intenção é ampliar essa expertise. O Blockchain pode trazer ganhos em velocidade de processos e na integridade de dados analíticos, gerando valor tangível através da informação", reforçou Orlando Ribeiro, gerente executivo do Cenpes.

Contrato inteligente
Para possíveis aplicações na empresa, além de vencer o desafio tecnológico, é necessário inovar de forma multidisciplinar, construindo, por exemplo, soluções jurídicas. “Um dos nossos objetivos é viabilizar a contratação de forma digital, para chegar à execução do contrato de forma automática, o que é conhecido como smart contract ou contrato inteligente”, ressalta Carlos Alexandre  Ferreira Gama, especialista da Petrobras em Inovação e Transformação Digital. No longo prazo, com todas as barreiras vencidas, será possível cogitar contratos digitais com parceiros e fornecedores e explorar o encontro do mundo real com o mundo virtual nas aplicações da gestão da cadeia logística. “O cenário é complexo, por necessitar da convergência de diversos aspectos, como tecnologia, legislação e mercado”, diz o especialista.

Em um primeiro momento, o Blockchain foi utilizado para suportar transações financeiras. Entretanto, a tecnologia demonstrou um enorme potencial, o que levou à sua aplicação em diversas indústrias e serviços, como energia, telecomunicações, seguros, varejo e saúde, entre outros. “Existe uma percepção do mercado de que a absoluta confiança nos registros, um dos principais ganhos da tecnologia, podem ser transformados em vantagem competitiva, com otimização de processos e redução de custos operacionais.' disse Carlos Alexandre.

Estes fatores tornaram o Blockchain uma das tecnologias mais promissoras da Transformação Digital. " Se o dado é o novo óleo não tenho dúvidas que a Petrobras vai se transformar digitalmente", concluiu Augusto Borella, da Gerente Geral de Transformação Digital da Petrobras.

Projeto AssinadorBR
Nessa corrida pela inovação, a Petrobras, em conjunto com o Cenpes e a PUC, tem explorado o potencial de uso de Blockchain. O projeto AssinadorBR é uma parceria para o desenvolvimento experimental baseado nessa tecnologia.

O primeiro resultado da experimentação da tecnologia foi o desenvolvimento de um software e de um aplicativo para assinaturas de contratos. "Queremos dar velocidade aos processos de contratação, mas com segurança e confiabilidade", explica Carlos Alexandre

O primeiro protótipo desenvolvido pelo projeto é uma solução para assinatura de documentos pelo celular, com registro em uma rede blockchain.

Além de trazer mais agilidade, a solução confere mais confiabilidade aos registros, característica associada ao Blockchain. Seu desenvolvimento também permitiu o aprendizado prático da aplicação da tecnologia, necessário à evolução para soluções mais complexas, como os contratos inteligentes (smart contracts). O protótipo está em fase de implantação do piloto no Cenpes.



Fonte: Redação/Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar