acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia especial

Trabalhadores da Itaipu vão passar por curso de reciclagem

24/06/2010 | 10h33

Cerca de 360 trabalhadores da Itaipu Binacional, maior usina hidrelétrica do mundo em geração de energia, vão passar por um curso de reciclagem sobre a norma regulamentadora número 10 (NR 10), desenvolvido e executado por equipe do SENAI em Joinville. A atualização ajudará a manter o ambiente de segurança na empresa, uma vez que o curso trata das regras de segurança em serviços de eletricidade definidas na norma.

 

O curso será oferecido na modalidade a distância, utilizando a tecnologia do ambiente virtual e a experiência do SENAI de Santa Catarina nessa modalidade de ensino. Além de 16 horas de qualificação a distância, os trabalhadores da Itaipu também vão passar por 8 horas de aulas presenciais, quando vão contextualizar o conteúdo do curso à realidade da hidrelétrica. As aulas presenciais serão executadas por colaboradores do SENAI do Paraná, utilizando o programa definido pela equipe catarinense.

Segundo o diretor adjunto do SENAI em Joinville, Raphael Geremias, uma das principais vantagens para a empresa na contratação do curso a distância é a possibilidade de cada colaborador definir seu próprio ritmo de aprendizado e planejar sua agenda de estudos dentro da rotina diária. Com isso, a qualificação não ocupa os trabalhadores em tempo integral nem afeta os processos da empresa.

O SENAI/SC possui experiência em cursos sobre a NR 10 e outras NR's, tendo atendido empresas como Eletrobrás, Chesf (Companhia Hidrelétrica do São Francisco), Suzano, Marisol e a própria Itaipu. Conforme exigência da NR10, a cada dois anos é necessário o trabalhador realizar a reciclagem. A proposta do curso de reciclagem é desenvolver um curso integrado, reciclando os conhecimentos em "Segurança em Instalações e Serviços com Eletricidade" (Básico) e "Segurança no Sistema Elétrico de Potência" (Complementar).

No desenvolvimento dos projetos de Educação a Distância, o SENAI/SC leva em consideração a necessidade das empresas. Para customizar as formações, as equipes de educação a distância estudam as características do cliente, analisando os valores organizacionais, os processos internos, escolaridades dos colaboradores, entre outros aspectos.

Equipes multidisciplinares são envolvidas nos processos de desenvolvimento dos cursos, que utilizam linguagens textuais e visuais para acelerar o processo de ensino e aprendizagem. Ao final, verifica-se o aprendizado alcançado e as competências desenvolvidas para averiguar se o aluno está apto a aplicar o conteúdo ensinado no dia-a-dia da indústria.



Fonte: Redação/ Agências
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar