acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Indicadores

Serviços puxaram aumento da economia

27/02/2014 | 12h10

 

O crescimento de 2% do setor de serviços em 2013 foi o principal responsável pela alta de 2,3% do Produto Interno Bruto (PIB) no ano, segundo dados divulgados hoje (27) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre os destaques do setor estão as atividades de serviços de informação (com alta de 5,3%), transporte, armazenagem e correio (2,9%) e comércio (2,5%).
Os serviços tiveram o maior impacto porque respondem por quase 70% do setor produtivo brasileiro. Apesar disso, a maior alta foi apresentada pela agropecuária: 7%, o maior crescimento desde 1996, quando começou a atual metodologia de cálculo do PIB.
“O grande destaque positivo foi a soja, que teve um aumento da produção com ganho de produtividade”, disse a pesquisadora de Contas Nacionais do IBGE Rebeca Palis. Segundo o IBGE, a produção da soja cresceu 24,3% em 2013, com um aumento de área plantada de apenas 11,3%.
Outros produtos agrícolas que tiveram crescimento em 2013 foram a cana-de-açúcar (10%), o milho (13%) e o trigo (30,4%).
A indústria foi o setor produtivo que apresentou menor alta (1,3%). Os destaques foram a produção e distribuição de eletricidade, gás e água (2,9%), a indústria da transformação (1,9%) e a construção civil (1,9%). A indústria extrativa mineral foi a única atividade industrial que teve queda em 2013 (-2,8%).

O crescimento de 2% do setor de serviços em 2013 foi o principal responsável pela alta de 2,3% do Produto Interno Bruto (PIB) no ano, segundo dados divulgados hoje (27) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre os destaques do setor estão as atividades de serviços de informação (com alta de 5,3%), transporte, armazenagem e correio (2,9%) e comércio (2,5%).

Os serviços tiveram o maior impacto porque respondem por quase 70% do setor produtivo brasileiro. Apesar disso, a maior alta foi apresentada pela agropecuária: 7%, o maior crescimento desde 1996, quando começou a atual metodologia de cálculo do PIB.

“O grande destaque positivo foi a soja, que teve um aumento da produção com ganho de produtividade”, disse a pesquisadora de Contas Nacionais do IBGE Rebeca Palis. Segundo o IBGE, a produção da soja cresceu 24,3% em 2013, com um aumento de área plantada de apenas 11,3%.

Outros produtos agrícolas que tiveram crescimento em 2013 foram a cana-de-açúcar (10%), o milho (13%) e o trigo (30,4%).

A indústria foi o setor produtivo que apresentou menor alta (1,3%). Os destaques foram a produção e distribuição de eletricidade, gás e água (2,9%), a indústria da transformação (1,9%) e a construção civil (1,9%). A indústria extrativa mineral foi a única atividade industrial que teve queda em 2013 (-2,8%).

 



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar