Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.

acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Coronavírus

Secretaria de Saúde do Ceará recebe 100 cilindros de oxigênio da Petrobras

04/05/2021 | 13h36

Publicidade

Em mais uma iniciativa para contribuir com a sociedade no combate à pandemia de Covid-19, a Petrobras doou 100 cilindros de oxigênio à Secretaria Estadual de Saúde do Ceará. Os equipamentos, entregues nesta terça-feira, 4/5, serão utilizados para atender a demanda pelo insumo nos hospitais públicos do estado.

“Na Petrobras, temos atuado integrando esforços com a sociedade civil, o poder público e a iniciativa privada com o intuito de agir com solidariedade neste momento tão difícil. Estamos empenhados em ajudar a sociedade brasileira contra os efeitos da pandemia e acreditamos ser fundamental aumentar a oferta de oxigênio para salvar vidas”, afirma a gerente executiva de Responsabilidade Social da Petrobras, Olinta Cardoso.

A Petrobras prevê a doação de até 2,5 mil cilindros para beneficiar as secretarias estaduais de saúde. Em março, a companhia já havia doado 100 cilindros para o Amazonas, e no último dia 21/4 entregou 100 cilindros para o Paraná. Em maio, está previsto o início das entregas aos demais estados, de acordo com critérios como possuírem unidades de operações da Petrobras e criticidade das taxas de contaminação e mortalidade pela Covid-19. A companhia também investirá na aquisição de 12 miniusinas de oxigênio para abastecer hospitais públicos, com capacidade de suprir cerca de 20 leitos de UTI cada uma. Os estados onde as usinas serão instaladas seguem os mesmos critérios adotados para a doação dos cilindros de oxigênio.

A atuação da companhia se dará pela compra dos cilindros, fornecimento de oxigênio e na entrega aos estados. Para isso, a Petrobras aciona seu serviço de logística, originalmente utilizado nas operações de petróleo e gás, para vencer os desafios do transporte do material e agilizar as entregas.

Institucional

Outras iniciativas

Desde o ano passado, o valor destinado pela Petrobras para uma série de ações voluntárias de apoio à sociedade no enfrentamento da pandemia da Covid-19 alcançou R$ 100 milhões. Para 2021, além da entrega dos cilindros e das miniusinas de oxigênio, estão previstas a distribuição de cestas básicas para famílias em situação de extrema pobreza. Parte do valor aprovado para a realização destas ações é procedente de recursos recuperados pela Petrobras em acordo de leniência assinado recentemente.

As doações de cestas básicas ocorrerão ao longo de três meses e devem beneficiar 60 mil famílias em situação de vulnerabilidade social, participantes dos projetos sociais e ambientais apoiados pela Petrobras e em situação de extrema pobreza que vivem em comunidades vizinhas das unidades de negócios de refino e gás natural da companhia. No total, serão doadas 180 mil cestas básicas, em uma medida que tem o objetivo de garantir a alimentação básica para que essas famílias consigam passar pelo período de crise mais aguda.

 



Fonte: Redação TN Petróleo, Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar