acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
OTC Brasil 2013

SBM Offshore começa construção de FPSOs para a Petrobras em fevereiro

31/10/2013 | 15h58

 

SBM Offshore começa construção de FPSOs para a Petrobras em fevereiro
A SBM Offshore, líder na produção flutuante e sistemas de amarração, começará em fevereiro de 2014 a construção dos dois projetos grandes para a Petrobras, o FPSO Cidade de Maricá e o FPSO Cidade de Saquarema. Informação foi dada ontem na OTC Brasil 2013 pela gerente de recursos humanos da SBM Offshore no Rio de Janeiro, Ana Correa.
 
Serão construídos 12 a 14 módulos de produção e sua integração para cada FPSO, no estaleiro Brasa em Niterói (RJ), join venture da empresa com o Grupo Synergy, no prazo de aproximadamente 15 meses. 
Ambas as plataformas irão operar na produção de petróleo no campo de Lula, no pré-sal da bacia de Santos, no bloco BM-S-11 cuja concessão é da Petrobras (65%), BG E&P Brasil (25%) e Petrogal Brasil (10%). As plataformas são de propriedade do consórcio formado pela SBM Offshore, Mitsubishi Corporation, Nippon Yusen Kabushiki Kaisha e Queiroz Galvão Óleo e Gás. A SBM é o sócio controlador com 56%.
O FPSO Cidade de Maricá tem entrega prevista para 2015 e o FPSO Cidade de Saquarema para 2016. O valor total do contrato de aquisição das duas plataformas é de aproximadamente US$ 3,5 bilhões.
De acordo com a gerente, atualmente o estaleiro Brasa está trabalhando nos módulos do FPSO Cidade de Ilhabela, que serão entreges no início de 2014. O navio vem da China para integração ds módulos no estaleiro.
No Brasil a SBM Offshore possui cerca de 2.800 funcionários, 200 no escritório no Rio de Janeiro e mais 2.600 no estaleiro Brasa em Niterói.

A SBM Offshore, líder na produção flutuante e sistemas de amarração, começará em fevereiro de 2014 a construção dos dois projetos grandes para a Petrobras, o FPSO Cidade de Maricá e o FPSO Cidade de Saquarema. Informação foi dada ontem na OTC Brasil 2013 pela gerente de recursos humanos da SBM Offshore no Rio de Janeiro, Ana Correa. 

Serão construídos 12 a 14 módulos de produção e sua integração para cada FPSO, no estaleiro Brasa em Niterói (RJ), join venture da empresa com o Grupo Synergy, no prazo de aproximadamente 15 meses. 

Ambas as plataformas irão operar na produção de petróleo no campo de Lula, no pré-sal da bacia de Santos, no bloco BM-S-11 cuja concessão é da Petrobras (65%), BG E&P Brasil (25%) e Petrogal Brasil (10%). As plataformas são de propriedade do consórcio formado pela SBM Offshore, Mitsubishi Corporation, Nippon Yusen Kabushiki Kaisha e Queiroz Galvão Óleo e Gás. A SBM é o sócio controlador com 56%.

O FPSO Cidade de Maricá tem entrega prevista para 2015 e o FPSO Cidade de Saquarema para 2016. O valor total do contrato de aquisição das duas plataformas é de aproximadamente US$ 3,5 bilhões.

De acordo com a gerente, atualmente o estaleiro Brasa está trabalhando nos módulos do FPSO Cidade de Ilhabela, que serão entreges no início de 2014. O navio vem da China para integração ds módulos no estaleiro.

No Brasil a SBM Offshore possui cerca de 2.800 funcionários, 200 no escritório no Rio de Janeiro e mais 2.600 no estaleiro Brasa em Niterói.



Fonte: Redação TN Petróleo/ Maria Fernanda Romero
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar