Premiação

Sabesp é finalista de maior prêmio do mundo no setor de biogás

Companhia concorre no AD and Biogas Industry Awards 2024 com sistema de produção de biogás a partir do esgoto em Franca. .

Redação TN Petróleo/Assessoria
15/05/2024 12:41
Sabesp é finalista de maior prêmio do mundo no setor de biogás Imagem: Divulgação Visualizações: 126 (0) (0) (0) (0)

A Sabesp é finalista do AD and Biogas Industry Award 2024, a maior premiação do mundo no setor de biogás. A Companhia concorre na categoria Melhor Planta de Biogás Abaixo de 1 MWe com o sistema de produção de biogás na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Franca, no interior paulista, projeto ligado à economia circular que inova ao converter o gás proveniente do tratamento de esgoto em combustível para carros da frota da empresa. 

Organizado pela Associação Mundial do Biogás (WBA, na sigla em inglês) em parceria com a Associação de Digestão Anaeróbica e Biorecursos (ADBA), o prêmio reconhece iniciativas inovadoras com o uso do biocombustível. Os vencedores desta edição serão conhecidos em 10 de julho durante cerimônia em Birmingham, no Reino Unido, durante a Exposição Mundial de Biogás e o Summit Mundial de Biogás. 

Realizado anualmente desde 2010, o AD and Biogas Industry Award reconhece a excelência e a inovação no setor de biogás no mundo. O projeto da Sabesp em Franca concorre com outras quatro iniciativas: da Inglaterra, da Irlanda do Norte e dois da Índia. 

Biogás em Franca - A Sabesp começou a usar em abril de 2018 o biometano em sua frota em Franca. O biogás gerado no processo de tratamento do esgoto passa por um sistema de remoção das impurezas, umidade e aumento da concentração de metano. O resultado é um combustível usado no lugar na gasolina, do álcool e do GNV (gás natural veicular). A forma de utilização deste biometano nos veículos é a mesma do GNV.

Atualmente, são realizados em média 208 abastecimentos por mês em 40 veículos adaptados no padrão GNV. A ETE Franca trata 550 litros/segundo de esgoto e produz em torno de 3.000 m³/dia de biogás nos seus digestores anaeróbios de lodo (sendo no biogás 65% de metano). De abril de 2018 a dezembro de 2023, foram usados na frota local 150.726 m³ de biometano em 13.516 abastecimentos nos veículos. Este volume representa uma economia de R$ 535 mil com a redução do consumo de etanol. Outro aspecto é a redução da emissão de gases de efeito estufa pela substituição de combustível fóssil dos veículos pelo biometano, uma fonte de energia limpa.

Mais Lidas De Hoje
Veja Também
Newsletter TN

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.

20