acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Investimentos

Rio pode chegar a representar 25% do PIB brasileiro em 2010

26/01/2005 | 00h00

A economia do estado do Rio de Janeiro poderá chegar a representar 25% do PIB nacional a partir de 2010 em decorrência de investimentos obtidos no ano passado, principalmente nos setores de petróleo e gás, petroquímico e siderurgia. A informação foi apresentada pelo secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Humberto Mota, durante um evento organizado pelo Sindicato das Agências de Navegação Marítima e Atividades Afins do Rio de Janeiro (SindaRio), na Câmara Americana de Comércio do Rio (Amcham), nesta quarta-feira (26/01).
Segundo o secretário, o Rio de Janeiro foi o líder em atração de investimentos em 2004, alcançando a cifra de US$ 16,7 bilhões. Em óleo e gás, as empresas Petrobras e ChevronTexaco encabeçam a lista de maiores investidores fluminenses em 2004. A Petrobras, com a construção de quatro plataformas no valor de US$ 2,04 milhões e a ChevronTexaco, com investimentos de E&P na Bacia de Campos no valor de US$ 1 bilhão.
A construção da nova siderúrgica do grupo Thyssen Krupp e da Vale do Rio Doce e a ampliação de outras quatro siderúrgicas fluminenses também são avaliadas como conquistas do governo do estado e representarão investimentos de aproximadamente US$ 6,7 bilhões. "Em 2010, estas siderúrgicas estarão funcionando e a capacidade de produção de aço no estado Rio será três vezes maior do que hoje, passando de 7,3 milhões de toneladas por ano para 21,3 milhões de ton/ano", afirma o secretário.
No setor petroquímico, Mota cita a Refinaria Petroquímica da Petrobras, que demandará investimentos de US$ 6 bilhões até 2015, e a Rio Polímeros como principais empreendimentos do setor para garantir o crescimento futuro do estado.
Durante o evento, os representares de associações ligadas ao setor naval e portuário reivindicaram investimentos em portos para garantir que produção possa ser escoada sem risco de atrasos e paralizações por motivos operacionais.
O PIB do Rio de Janeiro representa 15% do PIB brasileiro atualmente e o estado é a segunda maior economia do Brasil. São Paulo, a maior economia, representa 34% do PIB e Minas Gerais é o terceiro estado da federação, com 9% de representatividade no PIB nacional.



Fonte:
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar