acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Investimento

Rede ALE pretende faturar R$ 15 bilhões neste ano a partir de investimentos de R$ 167 milhões

11/03/2019 | 16h36

Depois de encerrar o ano de 2018 com a entrada de um grupo internacional no quadro acionário — Glencore, que adquiriu 78% da empresa —, a ALE se prepara para fortalecer e ampliar sua atuação no mercado de distribuição de combustíveis no país. Ocupando a quarta colocação nacional, a companhia pretende alcançar um faturamento de R$ 15 bilhões neste ano, valor cerca de 20% maior que o registrado em 2018. Para atingir o objetivo, a ALE fará investimentos da ordem de R$ 167 milhões, que serão destinados para a expansão, modernização e criação de valor para a Rede ALE.

Inicialmente, a meta estipulada para 2019 era conquistar 150 novos postos até o final do ano, mas esse número pode ser bem maior. Além disso, a empresa investirá em ativos de logística, que vão dar o suporte necessário a toda a Rede ALE e auxiliar na conversão de novas revendas para a bandeira. Os investimentos ainda incluem o desenvolvimento de facilidades tecnológicas para a rede revendedora.

As metas estipuladas para este ano incluem alcançar um Ebitda superior a R$ 200 milhões e comercializar R$ 4,2 bilhões de litros de combustíveis. Segundo o presidente da ALE, Fulvius Tomelin, contar com a expertise da maiortrading de commodities do mundo será fundamental nesse processo de crescimento. “A Glencore trouxe sua experiência global em logística e cadeia de suprimentos para melhorar as práticas da ALE, especialmente em operações, logística e processos. Isso vai garantir ainda mais agilidade, eficiência e foco no crescimento dos nossos ativos, aumentando a competitividade da companhia no mercado”, declara.

Outro fator para alcançar as metas estipuladas é a importação de combustíveis, que desponta como uma fonte necessária para atender à crescente demanda do mercado nacional. “Esse pode ser um importante diferencial competitivo para a ALE”, acrescenta.

Investimentos em fidelidade, tecnologia e patrocínios

A ALE mantém, desde 2012, o programa de fidelidade e benefícios Clube ALE, com o objetivo de estreitar o relacionamento com a rede de postos da companhia e auxiliar o revendedor na gestão do seu negócio. Na plataforma, donos dos postos e frentistas acumulam pontos, que podem ser trocados por cerca de 400 mil opções de produtos e serviços. Além disso, as revendas que se destacam ganham treinamentos gratuitos, consultoria de marketing, manutenção de imagem e outros benefícios. “O Clube ALE foi criado para auxiliar nossos postos a entregarem o que os consumidores esperam, de forma simples e eficiente, a partir da motivação e orientação constante ao revendedor e sua equipe. Todos os benefícios são pensados exclusivamente para tornar a revenda mais rentável e a equipe pronta para trabalhar sempre melhor”, explica Diego Pires, gerente executivo de Marketing e Varejo da ALE.

Investir em tecnologia é também uma estratégia da ALE para ampliar os negócios neste ano. Uma das iniciativas para conquistar novos postos e incrementar o relacionamento com a Rede ALE é o aplicativo “ALE Combustíveis”. O app, lançado neste mês, é destinado a postos ALE, revendas bandeira branca e clientes empresariais. Na plataforma, os clientes podem realizar pedidos de produtos da companhia e acompanhar o andamento das entregas, consultar os valores dos combustíveis diariamente, acessar o Clube ALE, receber atendimento por chat e acessar o histórico de pedidos, entre outras opções.

Na área de Marketing, os investimentos em patrocínios também estão sendo retomados. A partir deste mês, a companhia é uma das patrocinadoras oficiais da equipe Full Time Sports de Stock Car, que tem Rubens Barrichello como piloto. Em parceria com a Moove, detentora da marca de lubrificantes Mobil, a ALE apoiará a equipe nas competições da temporada deste ano e realizará diversas ações de ativações.

Lojas de conveniência

A companhia pretende também ampliar o número de lojas de conveniência Entreposto, marca exclusiva da ALE. No ano passado, havia um total de 233 lojas EP em 17 Estados; para este ano, a expectativa é acelerar a inauguração de novas lojas no país, alcançando 18% a penetração na Rede.

Um dos diferenciais oferecidos aos revendedores é a flexibilidade, pois o modelo de negócio não é engessado: o empresário pode conhecer as novas tendências desse segmento e adaptá-las à realidade da região onde atua. As lojas Entreposto seguem o modelo de licenciamento de uso da marca, considerado um grande diferencial competitivo por não haver cobrança de royalties. “Implantar uma loja de conveniência agrega valor tanto na imagem quanto no faturamento da revenda. Esse é um segmento que só tende a crescer nos próximos anos, pois permite oferecer ao cliente serviços completos em um só lugar”, declara Diego Pires.

Academia Corporativa

A qualificação profissional sempre fez parte dos investimentos da ALE, que mantém, desde 2003, a Academia Corporativa. Nesse período de atividade, foram capacitados cerca de 57 mil profissionais da Rede ALE.

Uma das iniciativas da companhia voltadas para a equipe das revendas é o Ônibus Escola. O centro de capacitação tem como objetivo promover o desenvolvimento de todos os profissionais envolvidos no negócio, a partir da disseminação de conhecimento especializado do segmento que gera resultados. Além da plataforma itinerante, a ALE oferece aos revendedores e frentistas dos postos da rede uma plataforma de ensino a distância. A companhia também firmou, recentemente, uma parceria com o Centro Universitário Estácio para oferecer descontos em todos os cursos da universidade.

Segundo Fulvius Tomelin, a ALE entende que capacitação deve fazer parte do dia a dia do negócio, pois uma equipe bem treinada fideliza clientes e, consequentemente, aumenta as vendas. “Por meio da qualificação, esperamos tornar os postos ainda mais preparados para oferecer um atendimento de excelência aos consumidores", revela.

Parceria com a Moove

A área de lubrificantes recebeu novos investimentos da ALE no ano passado. A companhia firmou parceria com a Moove —uma das maiores fabricantes de lubrificantes e especialidades automotivas no segmento—, detentora da marca Mobil no Brasil, Espanha, Argentina, Paraguai e Bolívia. Em 2018, o volume comercializado foi de aproximadamente 3,3 milhões de litros, superando em 5% a meta de volume inicialmente definida e em 25% a meta de margem de contribuição com a operação de lubrificantes.

“Passamos a oferecer aos revendedores a possibilidade de ter em seus postos produtos de uma empresa que tem a melhor estrutura logística de entrega entre as marcas comercializadas no Brasil, com estoques locais em vários pontos do país”, afirma Tomelin. Ele explica que, em conjunto com a nova parceira, a ALE está revigorando seu modelo de troca de óleo estruturada, denominada ALE Express. “Estamos oferecendo uma proposta de negócio arrojada para proporcionar mais rentabilidade à operação dos postos e assinamos, apenas no segundo semestre do ano passado, 118 contratos de unidades ALE Express: um recorde”, afirma Diego Pires.

 

 



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar