Petrobras

Recap: parada programada de manutenção recebe R$ 160 milhões

Refinaria de Capuava, em Mauá (SP), terá 1,5 mil pessoas no pico dos serviços

Redação TN Petróleo, Agência Petrobras
19/04/2024 17:47
Recap: parada programada de manutenção recebe R$ 160 milhões Imagem: Agência Petrobras Visualizações: 352 (0) (0) (0) (0)

A Petrobras inicia, no próximo sábado (20/4), parada de manutenção na Refinaria de Capuava, em Mauá (SP). A companhia está investindo R$ 160 milhões, com o objetivo de preservar a integridade dos equipamentos e a segurança das pessoas, e aumentar a eficiência no processo produtivo.

Segundo a gerente geral da refinaria, Márcia Cristina Andrade, “o objetivo principal é garantir a segurança das pessoas e a confiabilidade dos ativos, assim como tornar a produção mais eficiente, inclusive com ganhos ambientais, em linha com o Plano Estratégico da Petrobras”.

Para a realização dos serviços, que terão duração de aproximadamente 25 dias, foram contratadas empresas especializadas para atuar nas frentes de trabalho, o que reunirá 1,5 mil pessoas na refinaria no pico das obras. No principal contrato, cerca de 80% desses postos foram ocupados por mão de obra da região.

A parada programada tem como objetivo principal realizar manutenção e troca de componentes dos reatores das unidades de hidrotratamento. Essas unidades são responsáveis por produzir derivados como Diesel S10 e Gasolina S50 que são combustíveis mais limpos, com baixíssimos teores de enxofre e nitrogênio. Dessa forma, a parada é essencial para garantir a eficiência máxima dessas unidades e a qualidade dos produtos.

Contratos de abastecimento não serão afetados

A Recap tem capacidade de processar, diariamente, 10.000 m3/d (62,8 mil barris) de petróleo e é responsável pela comercialização de cerca de 30% do volume de combustíveis consumido na região da Grande São Paulo, incluindo o Polo Petroquímico do Grande ABC. Seus principais produtos são gasolina e diesel, aguarrás, propileno, etileno, gasolina e GLP (Gás de cozinha). 

A parada programada de manutenção não afetará o abastecimento desses produtos ao mercado. “Nosso planejamento sempre prevê a formação de estoques prévios às paradas e, durante a sua realização, atuamos de forma integrada com as áreas comercial e de logística para garantir o atendimento aos nossos clientes", conclui a gerente geral da refinaria, Márcia Cristina Andrade.

Mais Lidas De Hoje
Veja Também
Newsletter TN

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.

20