acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Reate 2020

Programa prever investimentos de R$ 4 bilhões/ano até 2030 na produção e exploração de petróleo e gás natural em terra

16/09/2019 | 18h15
Programa prever investimentos de R$ 4 bilhões/ano até 2030 na produção e exploração de petróleo e gás natural em terra
Divulgação Divulgação

O fomento à produção de petróleo e gás em terra ganha cada vez mais corpo com a consolidação do Programa de Revitalização das Atividades de Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural em Áreas Terrestres – REATE 2020. E é nesta direção que o Ministério de Minas e Energia (MME) realiza mais um encontro, no próximo dia 19, em Salvador, o REATE 2020: Encontro Nacional Bahia, uma parceria do MME com o Ministério da Economia, a Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustiveis  (ANP), a Empresa de Política Energética (EPE), Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas - SEBRAE, o Governo do Estado da Bahia, entre outros apoiadores do segmento onshore no país.

O programa chega para firmar novas relações e criar novos horizontes para os diversos segmentos que envolvem o onshore no Brasil, além de benefícios que o programa trará à economia do país, propiciando o desenvolvimento regional e estimulando a competitividade nacional.

O REATE 2020 tem como objetivo ampliar a produção de petróleo e gás natural em campos terrestres, de norte a sul do Brasil, revitalizando as atividades de E&P em áreas terrestres no território nacional, estimular o desenvolvimento local e regional, e aumentar a competitividade da indústria petrolífera onshore nacional. A ideia é, a partir do REATE 2020, criar uma sinergia entre os produtores, fornecedores e financiadores o segmento onshore, resultando, entre outros benefícios, na geração de milhares de novos empregos diretos e indiretos, além da movimentação da economia em centenas de municípios nas mais diversas regiões do país.

Os investimentos onshore estão, hoje, na casa R$ 1,6 bilhão/ano. A expectativa na aplicação de novos recursos gira em torno de R$ 4 bilhões/ano, um crescimento de 150% no decorrer da próxima década. “Nossa expectativa é que até 2030, a produção dobrará, saindo de 270 mil para 500 mil barris diários de óleo equivalentes”, disse o ministro Bento Albuquerque. Assim, o programa espera que, com as iniciativas já em curso, aconteça a criação de empresas nacionais, incluindo startups, e a atração de empresas e investimentos estrangeiros.

Encontro em Salvador

O encontro em Salvador pretende realizar um diagnóstico de temas que envolvem desinvestimentos de ativos onshore, o Novo Mercado de Gás Natural na Bahia, e a evolução dos trabalhos nas frentes de ação para a construção do Plano de Ação Integrado do REATE 2020, a saber: regulação e inovação, institucionalização da indústria e multiplicação das companhias de óleo e gás e de bens e serviços, gás onshore, e promoção da livre concorrência. O REATE 2020: Encontro Nacional Bahia será realizado no dia 19/09 no Senai Cimatec. Acesse a programação clicando aqui.



Fonte: Redação/Assessoria MME
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar