acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Ásia e Oceania

Produção industrial da China abranda ritmo de crescimento em novembro

10/12/2013 | 09h03

 

A produção industrial na China apresentou uma suavização no ritmo de crescimento em novembro. Houve alta de 10% no período, em relação a um ano antes, depois de avanço de 10,3% em outubro, no mesmo tipo de comparação. Os dados foram apresentados pelo Departamento Nacional de Estatísticas do país e divulgados pela agência estatal de notícias Xinhua.
O desempenho da indústria verificado no mês passado ficou dentro das expectativas de muitos analistas. Entre outubro e novembro, a produção industrial expandiu-se 0,76%. De janeiro a novembro, houve elevação de 9,7% perante igual período do calendário anterior.
Por produtos, a produção de energia cresceu 6,8% no penúltimo mês de 2013, ante um ano antes, a de cimento aumentou 10%, a de aço bruto teve eleveção de 0,6% e a de metais não ferrosos registraram incremento de 13,7%. A produção de petróleo, contudo, apresentou contração, de 0,6%.

A produção industrial na China apresentou uma suavização no ritmo de crescimento em novembro. Houve alta de 10% no período, em relação a um ano antes, depois de avanço de 10,3% em outubro, no mesmo tipo de comparação. Os dados foram apresentados pelo Departamento Nacional de Estatísticas do país e divulgados pela agência estatal de notícias Xinhua.

O desempenho da indústria verificado no mês passado ficou dentro das expectativas de muitos analistas. Entre outubro e novembro, a produção industrial expandiu-se 0,76%. De janeiro a novembro, houve elevação de 9,7% perante igual período do calendário anterior.

Por produtos, a produção de energia cresceu 6,8% no penúltimo mês de 2013, ante um ano antes, a de cimento aumentou 10%, a de aço bruto teve eleveção de 0,6% e a de metais não ferrosos registraram incremento de 13,7%. A produção de petróleo, contudo, apresentou contração, de 0,6%.



Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar