acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Aquisição

Por US$916 milhões a Raízen compra os ativos da Shell na Argentina

02/10/2018 | 10h17

Raízen Combustíveis S.A. e sua subsidiária Raízen Argentina Holdings S.A.U, ambas sociedades do Grupo Raízen de empresas (“Compradoras”), concluíram nesta data (01/10) a aquisição do negócio de downstream (“DS”) da Shell na Argentina, por meio da compra de 100% das ações de emissão da Shell Compañía Argentina de Petróleo S.A. e da Energina Compañía Argentina de Petróleo S.A. (“Companhias Adquiridas”), todas ações de titularidade da Shell Overseas Investments B.V. e da B.V. Dordtsche Petroleum Maatschappij (“Vendedoras”) (“Transação”). As Companhias Adquiridas atuam na Argentina, principalmente nos negócios de refino de petróleo, distribuição de combustíveis, entre outros.

O valor total a ser pago pelas Compradoras às Vendedoras pela Transação, após ajustes de preço previstos no contrato de compra e venda, é de US$916 milhões. Deste montante, (i) US$100 milhões foram antecipados como depósito em 24 de abril de 2018, (ii) US$370 milhões foram pagos na data de hoje e (iii) US$446 milhões deverão ser pagos até dezembro de 2019. O valor total ainda está sujeito a ajustes finais, pouco significativos, com base nas demonstrações financeiras na data do fechamento da operação.

Em observância à legislação concorrencial da Argentina, a Transação vai ser apresentada aos órgãos concorrenciais dentro de uma semana, a partir da data de hoje.

DS Shell Argentina

A operação da Shell na Argentina conta com uma rede de 665 postos de combustíveis estrategicamente localizados com venda de aproximadamente 6 bilhões de litros/ano, ocupando o segundo lugar no mercado com cerca de 20% de participação e destacado volume individual de vendas. A Transação também contempla uma refinaria com localização privilegiada em Buenos Aires e capacidade de processar 108 mil bbls/dia, além de uma planta de lubrificantes, três terminais terrestres, dois terminais de abastecimento de aeroportos e cinco plantas de envasamento de GLP.

Racional da Aquisição

Esta Transação representa uma oportunidade importante de expansão para a Raízen, ampliando e replicando seu modelo de sucesso implementado no Brasil, capturando sinergias logísticas, mercadológicas e financeiras.

A consolidação desta operação pela Raízen levou em consideração a perspectiva de longo prazo em um mercado estruturado, a qualidade dos ativos, a expertise do time local e a força da marca Shell no país.



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar