acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Produção

Petróleo tem forte queda com notícia de retorno mais rápido na produção saudita

17/09/2019 | 17h14

Os preços do petróleo recuavam fortemente nesta terça-feira, acelerando perdas após uma fonte graduada da Arábia Saudita ter dito à Reuters que a produção do país poderá voltar totalmente à normalidade dentro de semanas, mais rápido do que inicialmente esperado após ataques no final de semana sobre instalações do país, que cortaram pela metade o bombeamento do reino.

Os ataques de sábado provocaram um grande choque sobre a oferta em um mercado que nos últimos meses se preocupava com a demanda e com o crescimento global fraco. O petróleo chegou a subir 20% na segunda-feira.

A produção poderá ser totalmente restabelecida dentro de duas ou três semanas, e o reino está perto de recuperar 70% da capacidade 5,7 milhões de barris por dia perdida após os ataques, disse à Reuters uma fonte saudita de alto escalão com conhecimento dos últimos acontecimentos.

Por volta das 11h10 (horário de Brasília), o petróleo Brent recuava 4,15 dólares, ou 6,01%, a 64,87 dólares por barril, enquanto o petróleo dos EUA registrava queda de 3,18 dólares, ou 5,06%, a 59,72 dólares o barril.

Havia uma expectativa inicial de que o retorno à produção normal poderia levar meses. [nL2N2670FL

O ministro de Energia saudita, príncipe Abdulaziz bin Salman, realizará uma entrevista coletiva às 14h (horário de Brasília).

"Todos os olhares estarão voltados para a coletiva de imprensa saudita", disse Samuel Ciszuk, sócio fundador da ELS Analysis, de Estocolmo.

"Precisamos de uma avaliação adequada dos danos, e então precisamos ver um plano de recuperação. Antes disso, não sabemos realmente quanto petróleo ficará fora (do mercado) e por quanto tempo, e essa é a pergunta básica que as pessoas têm feito desde sábado".



Fonte: Reuters, 17/09/2019
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar