acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Bacia Sergipe-Alagoas

Concluído o teste de formação na área de Farfan

18/10/2013 | 09h29
Concluído o teste de formação na área de Farfan
Agência Petrobras Agência Petrobras

 

A Petrobras informa a conclusão de teste de formação no poço 3-BRSA-1178D-SES (3-SES-176D), informalmente conhecido como Farfan 1, primeiro a avaliar a capacidade de produção da acumulação localizada na área da concessão BM-SEAL-11, bloco SEAL-M-426, em águas ultraprofundas da Bacia de Sergipe-Alagoas.
 
O teste avaliou 30 metros de formação de arenitos turbidíticos e confirmou as boas condições do reservatório apresentando excelente produtividade de óleo de boa qualidade (38º API).
 
O poço está localizado a 104 km da cidade de Aracaju, a cerca de 5 km do poço descobridor (BRSA-1083) e em profundidade de água de 2.476 metros.
 
Este teste de formação, realizado a 5.609 metros de profundidade, dá prosseguimento aos trabalhos realizados na área conforme nota divulgada ao mercado em 09 de agosto. A Petrobras dará continuidade às demais atividades assim que o Plano de Avaliação de Descoberta proposto à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) for aprovado.
 
A Petrobras é a operadora do consórcio (60%) em parceria com a IBV-BRASIL (40%). 

A Petrobras informou na noite de ontem (17) a conclusão de teste de formação no poço 3-BRSA-1178D-SES (3-SES-176D), informalmente conhecido como Farfan 1, primeiro a avaliar a capacidade de produção da acumulação localizada na área da concessão BM-SEAL-11, bloco SEAL-M-426, em águas ultraprofundas da Bacia de Sergipe-Alagoas. 

O teste avaliou 30 metros de formação de arenitos turbidíticos e confirmou as boas condições do reservatório apresentando excelente produtividade de óleo de boa qualidade (38º API). 

O poço está localizado a 104 km da cidade de Aracaju, a cerca de 5 km do poço descobridor (BRSA-1083) e em profundidade de água de 2.476 metros. 

Segundo comunicado da estatal este teste de formação, realizado a 5.609 metros de profundidade, dá prosseguimento aos trabalhos realizados na área conforme nota divulgada pela empresa ao mercado em 09 de agosto. "A Petrobras dará continuidade às demais atividades assim que o Plano de Avaliação de Descoberta proposto à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) for aprovado", informou. 

A Petrobras é a operadora do consórcio (60%) em parceria com a IBV-BRASIL (40%). 



Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar