acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
OTC Houston 2019

Na OTC Houston 2019, empresas brasileiras falam sobre as oportunidades para o mercado de óleo e gás no Brasil

08/05/2019 | 16h11
Na OTC Houston 2019, empresas brasileiras falam sobre as oportunidades para o mercado de óleo e gás no Brasil
Divulgação/Firjan Divulgação/Firjan

O segundo dia da OTC Houston 2019, nos Estados Unidos, nesta terça-feira (7/5), foi considerado o mais movimentado pelos especialistas, que se surpreenderam com o interesse dos empresários internacionais pelas palestras apresentadas na Arena da Organização Nacional da Indústria do Petróleo (ONIP), no Pavilhão Brasileiro, em parceria com a Apex-Brasil. O presidente da BHGE no Brasil, Alejandro Duran, abriu a sessão apresentando a visão da empresa sobre as oportunidades do país.

“Há desafios para aumentar o fator de recuperação na Bacia de Campos, mas a habilitação de projetos nesta região é uma realidade ganha-ganha para quem quiser investir”, declarou.

Vice-presidente de Supply Chain da Equinor, Mauro Andrade apresentou os números da empresa e destacou a importância de serem feitas melhorias regulatórias no mercado de gás para viabilizar projetos. Já o vice-presidente Comercial e de Marketing da Subsea 7, Paulo Martins, falou sobre os investimentos de subsea, parte importante para a produção de óleo e gás.

O foco no Brasil permaneceu durante o almoço-palestra com a Shell, que também falou sobre o mercado do México, concorrente do Brasil na exploração e produção. À tarde, a Arena ONIP contou com a apresentação do IBP sobre o calendário de eventos no país, além das palestras das empresas Total, PPSA, API, Siemens e Petrobras.

Divulgação

Eduardo Gerk, presidente da Pré-Sal Petróleo SA, enfatizou as projeções de produção de petróleo. “A PPSA trabalha em conjunto com o consórcio produtor para maximizar o resultado da produção. Em 2028, estimamos que somente a produção do pré-sal brasileiro será de 2 milhões de barris por dia” afirmou.

Em todo o período da OTC Houston 2019, a Firjan está promovendo a divulgação da publicação Firjan PETRÓLEO. Já os especialistas da federação estão realizando articulação com os principais stakeholders do mercado de petróleo e gás, além de absorver o conteúdo técnico da feira.

Para esta quarta-feira (8/5), a programação da Arena ONIP promove um painel especial com o secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia, Márcio Félix, que falará sobre o novo mercado de gás no Brasil.  Além dele, as empresas BP Energy do Brasil e o Sebrae apresentarão a visão de oportunidades no Brasil.



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar