acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia

Itaipu assina convênios para estimular a produção de biogás

31/01/2014 | 12h33

 

O diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge Samek, e o presidente da Associação Brasileira do Biogás e Biometano (Abiogás), Cícero Bley Jr., assinam na próxima segunda-feira (3) três convênios para estimular e desenvolver no Estado metodologias para o uso de biogás e lenha.
O primeiro convênio marca a entrada da Cooperativa Agroindustrial Copagril como parceira no Condomínio de Agroenergia para Agricultura Familiar da Microbacia do Rio Ajuricaba, em Marechal Cândido Rondon. A cooperativa vai usar o biogás produzido pelos condôminos do Ajuricaba e iniciará a implantação de biodigestores nas suas próprias instalações.
Itaipu também irá renovar o convênio com a Prefeitura de Toledo, com recursos financiados pela Agência Francesa de desenvolvimento. O objetivo é dar suporte técnico e estimular a produção de biogás no município – que tem hoje a maior concentração de suínos do Paraná, cerca de 700 mil animais.
Outro convênio, que será renovado na ocasião, é com a Cooperativa Agroindustrial C.Vale, parceira no projeto Florestas Energéticas. O foco do projeto é a produção de madeira, que compõe a matriz energética do agronegócio. Técnicos da Itaipu e da C.Vale desenvolveram métodos para descentralizar o plantio de florestas com fins energéticos, articulando terras de vocação florestal com clones precoces de eucalipto.

O diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge Samek, e o presidente da Associação Brasileira do Biogás e Biometano (Abiogás), Cícero Bley Jr., assinam na próxima segunda-feira (3) três convênios para estimular e desenvolver no Estado metodologias para o uso de biogás e lenha.

O primeiro convênio marca a entrada da Cooperativa Agroindustrial Copagril como parceira no Condomínio de Agroenergia para Agricultura Familiar da Microbacia do Rio Ajuricaba, em Marechal Cândido Rondon. A cooperativa vai usar o biogás produzido pelos condôminos do Ajuricaba e iniciará a implantação de biodigestores nas suas próprias instalações.

Itaipu também irá renovar o convênio com a Prefeitura de Toledo, com recursos financiados pela Agência Francesa de desenvolvimento. O objetivo é dar suporte técnico e estimular a produção de biogás no município – que tem hoje a maior concentração de suínos do Paraná, cerca de 700 mil animais.

Outro convênio, que será renovado na ocasião, é com a Cooperativa Agroindustrial C.Vale, parceira no projeto Florestas Energéticas. O foco do projeto é a produção de madeira, que compõe a matriz energética do agronegócio. Técnicos da Itaipu e da C.Vale desenvolveram métodos para descentralizar o plantio de florestas com fins energéticos, articulando terras de vocação florestal com clones precoces de eucalipto.

 



Fonte: Revista TN Petróleo, Redação com Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar