acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Gás Natural

Importação de gás da Bolívia volta a crescer com aumento do consumo pela indústria

08/10/2009 | 09h58
O consumo de gás natural boliviano vem aumentando gradativamente desde o mês de maio e atingiu a média diária de 24,3 milhões de metros cúbicos por dia na primeira semana deste mês, disse ontem (7) o gerente de Marketing da Petrobras, Antônio Eduardo Monteiro de Castro.
 

De acordo com ele, o crescimento do consumo, que sofreu uma queda com a crise financeira internacional, está ocorrendo por causa do aumento da procura pelo mercado industrial. “houve uma recuperação do consumo da indústria, acompanhada da necessidade de despacho extra para algumas usinas termelétricas”, disse.

 

A Petrobras tem contrato de importação de gás com a Bolívia até 2019, com previsão de importação máxima de até 30 milhões de metros cúbicos diário. “Nós respeitamos o contrato com os bolivianos, mesmo com a queda na demanda interna pelo gás. Não deixamos, em nenhum momento, de importar mais do que os 19 milhões de metros cúbicos [mínimos] por dia exigidos em contrato”, afirmou.

 

Monteiro de Castro, no entanto, negou que a Petrobras esteja negociando com o governo boliviano a redução no volume obrigatório do gás importado em razão da retração interna pelo produto. Segundo ele, a tendência é de que o consumo mantenha a trajetória de alta que vem se verificando desde maio deste ano.



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar