acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Gás Natural

HRT anuncia descoberta na Bacia do Solimões

12/09/2012 | 10h43
HRT anuncia descoberta na Bacia do Solimões
Poço 1-HRT-9 Poço 1-HRT-9

 

A HRT anunciou nesta quarta-feira (12) a conclusão do teste de formação do poço 1-HRT-9, na Bacia do Solimões (AM). Os resultados indicam um potencial de produção de até 3 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia nesta acumulação, quando atingir sua fase de desenvolvimento, o que representa um passo importante para o projeto de monetização de gás na região.
“Este é um dos melhores poços já perfurados e testados no onshore do Brasil, considerando a espessura e qualidade do reservatório, assim como os resultados de fluxo através do teste de formação (DST). Este poço confirma o alinhamento gaseífero ao sul e a leste do Campo de Juruá, demonstrando uma integração com as descobertas de gás dos poços 1-HRT-5-AM, 1-HRT-8-AM e 1-HRT-2-AM”, comentou Milton Franke, diretor presidente da HRT O&G.
O teste realizado em reservatório da Formação Juruá, com espessura líquida de 36.4 metros, foi concluído no dia 7 de setembro. No primeiro intervalo de 2.769,6 a 2.794,4 metros demonstrou excelentes características de fluxo em poço vertical, atingindo uma produção estabilizada de 510 mil metros cúbicos de gás natural por dia, em abertura de 32/64 polegadas e pressão a montante na cabeça de poço de 3,050 psi.
Em abertura de 40/64 polegadas, aumentando a produção para acima de 700 mil metros cúbicos de gás natural por dia, o nível de produção ultrapassou a capacidade operacional da planta de teste e, após 10 minutos, a abertura foi estabilizada em 32/64 polegadas.
O prospecto testado é parte de uma estrutura geológica com cerca de 56km2 de área, situada a sudoeste do Campo de Juruá, com capacidade para armazenar entre 10 e 32 bilhões de metros cúbicos (0,35 a 1,13 Tcf) de gás recuperáveis.
O poço 1-HRT-9-AM, em conjunto com descobertas anteriores realizadas pela companhia nesta região da Bacia do Solimões, fará parte do plano de avaliação a ser submetido à ANP.

A HRT anunciou nesta quarta-feira (12) a conclusão do teste de formação do poço 1-HRT-9, na Bacia do Solimões (AM). Os resultados indicam um potencial de produção de até 3 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia nesta acumulação, quando atingir sua fase de desenvolvimento, o que representa um passo importante para o projeto de monetização de gás na região.


“Este é um dos melhores poços já perfurados e testados no onshore do Brasil, considerando a espessura e qualidade do reservatório, assim como os resultados de fluxo através do teste de formação (DST). Este poço confirma o alinhamento gaseífero ao sul e a leste do Campo de Juruá, demonstrando uma integração com as descobertas de gás dos poços 1-HRT-5-AM, 1-HRT-8-AM e 1-HRT-2-AM”, comentou Milton Franke, diretor presidente da HRT O&G.


O teste realizado em reservatório da Formação Juruá, com espessura líquida de 36.4 metros, foi concluído no dia 7 de setembro. No primeiro intervalo de 2.769,6 a 2.794,4 metros demonstrou excelentes características de fluxo em poço vertical, atingindo uma produção estabilizada de 510 mil metros cúbicos de gás natural por dia, em abertura de 32/64 polegadas e pressão a montante na cabeça de poço de 3,050 psi.


Em abertura de 40/64 polegadas, aumentando a produção para acima de 700 mil metros cúbicos de gás natural por dia, o nível de produção ultrapassou a capacidade operacional da planta de teste e, após 10 minutos, a abertura foi estabilizada em 32/64 polegadas.


O prospecto testado é parte de uma estrutura geológica com cerca de 56km2 de área, situada a sudoeste do Campo de Juruá, com capacidade para armazenar entre 10 e 32 bilhões de metros cúbicos (0,35 a 1,13 Tcf) de gás recuperáveis.


O poço 1-HRT-9-AM, em conjunto com descobertas anteriores realizadas pela companhia nesta região da Bacia do Solimões, fará parte do plano de avaliação a ser submetido à ANP.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar