acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia Renovável

Galvão Energia arremata quatro usinas eólicas no leilão de fontes alternativas

27/08/2010 | 10h10
A Galvão Energia (Dreen), empresa do Grupo Galvão, conquistou quatro projetos no leilão de fontes alternativas, realizado nesta quinta-feira (26), pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). As quatro usinas de geração de energia eólica serão implantadas no município de São Bento do Norte, no litoral do Rio Grande do Norte, e terão um potencial instalado de 94 MW. O investimento previsto é de R$ 400 milhões e a empresa terá o direito de comercializar energia para as distribuidoras por 20 anos.
 

A implantação terá início em 2011, com prazo de conclusão previsto para o final de 2012. No início de 2013, as usinas de Olho D’água, São Bento do Norte, Farol e Boa Vista começam a produção de energia. Serão aproximadamente 47 aerogeradores instalados nos quatro parques eólicos.
 

“O investimento da Galvão Energia tem importantes benefícios socioeconômicos. O primeiro é o pagamento de royalties pelo arrendamento das áreas onde serão instalados os aerogeradores”, diz Otávio Silveira, presidente da Galvão Energia (Dreen).  “Outro fator é a geração de empregos qualificados e o desenvolvimento do interior do Nordeste, que evita o movimento migratório dos trabalhadores para as capitais”.
 

A Galvão Energia vai investir na capacitação de mão de obra local. “Esse trabalho começa em 2011 com as obras de implantação e se intensificará em 2012 com o treinamento dos funcionários que vão trabalhar nos parques”, diz Silveira.
 

Esses são os primeiros contratos de longo prazo conquistados pela Galvão Energia. A empresa tem um portfólio eólico de 600 MW e 300 MW em projetos de pequenas centrais hidroelétricas. “A Galvão Energia entra numa nova era, a de implantação, para entregar energia limpa e sustentável”, diz Silveira




Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar