acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
BNDES

Fundo de capital de risco vai apoiar empresas de biotecnologia e nanotecnologia

29/09/2009 | 09h13
As empresas emergentes dos setores de biotecnologia e nanotecnologia ganharam reforço, com a aprovação de criação de um fundo de investimentos em capital de risco (venture capital) pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O anúncio foi feito ontem (28) pelo banco.


Segundo o BNDES, os dois setores foram escolhidos dentro da estratégia da instituição de apoiar a inovação tecnológica na matriz industrial nacional, como forma de garantir a competitividade das empresas brasileiras.

 
A participação do banco será feita por meio de sua subsidiária BNDES Participações (BNDESPAR) e terá limite de até 25% do patrimônio comprometido do fundo.

Os gestores interessados no novo instrumento terão até o dia 19 de outubro para apresentar suas propostas. O fundo de capital de risco será criado no âmbito do Programa de Fundos de Investimento do BNDES, lançado em julho do ano passado. O programa selecionou, em sua primeira chamada, efetuada em agosto de 2008, três fundos de ativos privados (private equity): o Brasil Agronegócio, o FIP Terra Viva e o CRP 7º.

De acordo com o BNDES,  a segunda e a terceira chamadas estão em fase de seleção. O banco pretende escolher fundos com foco em ativos florestais e no setor de petróleo e gás. O BNDES participa hoje de 31 fundos de investimento, cujo patrimônio comprometido soma cerca de R$ 8 bilhões.


Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar