acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Destaque

FPSO da MODEC é selecionado pelo Fórum Econômico Mundial como referência da 4ª Revolução Industrial

15/01/2020 | 11h22
FPSO da MODEC é selecionado pelo Fórum Econômico Mundial como referência da 4ª Revolução Industrial
Divulgação Modec Divulgação Modec

O Fórum Econômico Mundial acaba de anunciar a lista de instalações selecionadas para ingressar na Global Lighthouse Network (Rede de Faróis Globais), uma comunidade de fabricantes que lidera a Quarta Revolução Industrial. Este ano, um dos locais selecionados foi o FPSO Cidade de Campos dos Goytacazes MV29, uma plataforma flutuante de produção de petróleo offshore operada pela multinacional de origem japonesa MODEC.

É a primeira vez que uma instalação industrial localizada na América Latina é incluída na rede, bem como a primeira unidade offshore e a primeira operada por uma empresa japonesa. A seleção do FPSO Cidade de Campos dos Goytacazes MV29 (foto) como Farol da Quarta Revolução Industrial homenageia o projeto de digitalização da frota, juntamente com o gerenciamento completo da mudança de cultura e excelência operacional, desenvolvido pela MODEC em resposta ao seu rápido crescimento no Brasil. Hoje, a empresa tem 11 embarcações em operação no Brasil e outras quatro em construção. No mundo todo, a empresa tem uma das maiores frotas do seu segmento, com 18 plataformas, e está presente na África, Ásia e Oceania.

A digitalização permite que a companhia integre melhor sua frota, tornando a operação mais segura e eficiente. Com mais de 10 mil sensores instalados em cada plataforma, a MODEC aumentou a produção, usando Advanced Analytics para manutenção preditiva, um gêmeo digital de sua planta de processos e uma plataforma de dados proprietária para acelerar o desenvolvimento de novos algoritmos. Essas técnicas permitiram uma redução de 65% do tempo de inatividade no MV29, tornando essa instalação líder no setor.

“Temos um grande número de dados de nossas operações no Brasil e, com a ajuda de ferramentas digitais, podemos prever problemas e garantir a operação segura e constante de nossa frota”, explica o diretor digital do grupo MODEC e vice-presidente de operações para América Latina e Gana, Soichi Ide. “O processamento desses dados trouxe avanços tangíveis à operação da MODEC, como o uso do aprendizado de máquina para realizar manutenção preditiva em equipamentos e a identificação precoce de problemas em nossa planta de processamento. Isso foi possível graças a pessoas a bordo empoderadas com tecnologia digital, bem como a equipe de suporte em terra.”

O reconhecimento do Fórum Econômico Mundial reforça a posição do Brasil no mercado mundial de energia como referência de alta tecnologia no segmento offshore. Hoje, o país está em destaque no setor devido a suas perspectivas para os próximos anos. Em 2019, o Brasil atingiu uma produção total de mais de 3,5 milhões de barris de petróleo e gás por dia, segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo). Nas projeções da MODEC, o país deve exigir de 20 a 30 novas plataformas flutuantes nos próximos quatro anos.

“Esse reconhecimento homenageia uma longa história do compromisso da MODEC com o Brasil e com nossos clientes na produção de petróleo e gás. Entendemos que a adoção de tecnologias disruptivas e a aceitação de novas maneiras de melhorar nossa operação são essenciais para responder à forte demanda prevista para os próximos anos”, declarou o presidente e CEO global da MODEC, Yuji Kozai. “Acreditamos que nosso modelo de negócios exclusivo de engenharia, construção, fretamento e operação da plataforma flutuante será aprimorado para maximizar o valor do ciclo de vida de nossos stakeholders em todas as áreas de nossos negócios. Queremos que a MODEC seja uma referência e ajude o mercado offshore a dar o próximo passo no processo de transformação digital na indústria de petróleo e gás para a sustentabilidade, até que a transição energética completa seja alcançada.”

Sobre a MODEC - A MODEC é líder global na construção e operação de sistemas flutuantes para exploração e produção de petróleo e gás. Com mais de 50 anos no mercado, a empresa atua no Brasil desde 2003 e tem mais de dois mil funcionários no país. A MODEC é responsável pela produção de mais de 35% do pré-sal brasileiro.

Divulgação

Sobre a Global Lighthouse Network - A Global Lighthouse Network é uma comunidade de locais de produção e outras instalações que são líderes mundiais na adoção e integração das tecnologias de ponta da Quarta Revolução Industrial (4IR). Os “faróis” aplicam tecnologias 4IR, como inteligência artificial, impressão 3D e análise de big data, para maximizar a eficiência e a competitividade em escala, transformar modelos de negócios e impulsionar o crescimento econômico, ao mesmo tempo em que aumentam a força de trabalho, protegem o meio ambiente e contribuem com uma jornada de aprendizado para fabricantes de todos os tamanhos e em todas as geografias e indústrias.



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar