OTC 2022

Firjan apresenta na OTC 2022 mais 45 projetos potenciais mapeados no estado do Rio

Já a ApexBrasil lançou a publicação “Portfolio of Investment - Oportunities in Brazil”

Redação TN Petróleo/Assessoria Firjan
05/05/2022 09:49
Firjan apresenta na OTC 2022 mais 45 projetos potenciais mapeados no estado do Rio Imagem: Divulgação Visualizações: 416

A participação brasileira na Offshore Technology Conference – OTC 2022 teve como destaque o lançamento oficial da publicação “Portfolio of Investment - Oportunities in Brazil”. Organizado pela ApexBrasil, com apoio da EPE, Firjan SENAI SESI e ONIP, o documento apresenta informações sobre a dinâmica do mercado de petróleo e gás no país. O estudo traz ainda um detalhamento de projetos potenciais para desenvolvimento em território brasileiro, com destaque para oportunidades no estado do Rio de Janeiro.

A Firjan SENAI SESI apoiou a ApexBrasil com um amplo mapeamento de projetos em áreas terrestres e em águas territoriais fluminenses. Após um refinamento de informações, a seleção apresenta os projetos com menor grau de incerteza e maior potencial de concretização.

Já a Firjan divulga um material mais amplo sobre os projetos mapeados no estado do Rio de Janeiro, incluindo iniciativas ainda em estudos preliminares e projetos relacionados à integração do mercado de petróleo e gás com novas energias; além do potencial de desenvolvimento de plantas industriais existentes. No total, são mapeados mais de 45 projetos potenciais, onde pelo menos 50% desses são relacionados a projetos de apoio à transição energética e de renováveis.

Entre os destaques, é visível o potencial do gás natural com mais de 15 projetos elencados. Esses projetos apoiam o desenvolvimento de soluções para inserção de novas energias renováveis, sendo o gás um energético capaz de sustentar a transição energética. Não por acaso, são previstos mais de 10 projetos potenciais de energias renováveis, com forte presença de eólicas offshore.

“A mensagem reforçada durante a OTC é que o futuro descarbonizado, não é um futuro sem petróleo e gás. Mas, sim, um futuro em que soluções tecnológicas e cooperação entre países agem diretamente para atingirmos os objetivos necessários para sustentabilidade”, ressaltou Raul Sanson, vice-presidente da Firjan.

Mais Lidas De Hoje
Veja Também
Newsletter TN

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.