acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Economia

Fiesp projeta retração no crescimento da indústria de transformação e mantém estimativa do PIB

15/02/2012 | 11h26
A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) estima que a indústria de transformação vá crescer em torno de 1,5% em 2012 ou ainda abaixo desse percentual. O dado foi apresentado ontem (14) pelo diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos da Fiesp, Paulo Francini, durante divulgação do índice de nível de emprego na indústria paulista.

Foi mantida a projeção, feita no ano passado, de crescimento de 2,6% do Produto Interno Bruto (PIB) para este ano, menor que a prevista pelo governo, em torno de 4,5%.

Segundo Francini, a expectativa da Fiesp para o nível de emprego este ano “também não é otimista”. “Se for configurado um crescimento de 1,5% para a indústria de transformação, o nível de emprego talvez tenha uma avaliação positiva de 0,5%. Um resultado muito ruim”, disse ele, à Agência Brasil.

O diretor destacou que o panorama ruim projetado para a indústria paulista este ano é resultado “da sequência de um quadro, que tem se mantido, de forte agressão à produção doméstica”. Segundo ele, o câmbio tem facilitado a entrada de produtos importados no país, em detrimento da produção nacional. “Continuamos tendo uma moeda sobrevalorizada, convivendo em um mundo que está em disputa ferrenha por mercados e utilizando as moedas como instrumento de penetração em mercados externos”, observou.

Em janeiro, o nível de emprego na indústria paulista apresentou leve crescimento de 0,03% em comparação a dezembro, com a criação de 500 vagas, sem considerar o ajuste sazonal. Com o ajuste, houve queda de 0,18% no nível de emprego na indústria de São Paulo.


Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar