Energia eólica

Enel Green Power inicia operação do parque eólico Morro do Chapéu Sul II (BA)

A empresa investiu cerca de R$ 1,92 bilhão, o equivalente a cerca de 374 milhões de dólares, na construção do parque eólico

Redação TN Petróleo/Assessoria
25/11/2021 15:59
Enel Green Power inicia operação do parque eólico Morro do Chapéu Sul II (BA) Imagem: Divulgação Enel Visualizações: 105

A subsidiária brasileira de energia renovável do Grupo Enel, Enel Green Power Brasil Participações Ltda. ("EGPB"), iniciou a operação do parque eólico Morro do Chapéu Sul II, nos municípios de Morro do Chapéu e Cafarnaum, no Estado da Bahia. Com capacidade instalada de 353 MW, o empreendimento está localizado na mesma região onde a Enel Green Power construiu e opera, desde janeiro de 2018, o parque eólico Morro do Chapéu Sul (172 MW).  O Grupo Enel investiu ao todo cerca de R$ 1,92 bilhão, o equivalente a cerca de 374 milhões de dólares, na construção de Morro do Chapéu II. Da capacidade instalada total do empreendimento, cerca de metade já está conectada ao Sistema Interligado Nacional. A expectativa é que o parque esteja em plena operação até janeiro de 2022.

“O início das operações em Morro do Chapéu Sul II reafirma o nosso compromisso de contribuir com a diversificação das fontes renováveis no país, colocando à disposição do sistema elétrico um volume substancial de nova capacidade instalada capaz de auxiliar o país diante da atual escassez hídrica, ressalta Roberta Bonomi, Responsável da Enel Green Power no Brasil. “Este é o quarto empreendimento renovável da Enel a entrar em operação no país em 2021. Apenas entre 2020 e início de 2022, teremos colocado em operação cerca de 2,6 GW de nova capacidade eólica e solar, contribuindo para o nosso crescimento sustentável na região.”

O parque eólico Morro do Chapéu Sul II é composto por 84 aerogeradores e, quando estiver em pleno funcionamento, será capaz de gerar mais de 1.800 GWh de energia por ano, evitando a emissão de cerca de 992 mil toneladas de CO2 na atmosfera anualmente. A produção de energia do parque será majoritariamente fornecida ao mercado livre para venda a clientes comerciais, alavancando a presença integrada da Enel no país.

Há cerca de um mês, em outubro deste ano, a Enel Green Power anunciou o início de operações de outro parque eólico no Brasil, o projeto Cumaru, no Rio Grande do Norte, com capacidade instalada de 206 MW. Outros três empreendimentos, dois eólicos e um solar, estão em fase final de construção, incluindo as obras de expansão do parque eólico Lagoa dos Ventos e do parque solar São Gonçalo, os maiores parques eólico e solar da América do Sul, respectivamente, ambos localizados no Piauí.         

Além do foco na saúde e segurança de colaboradores e das comunidades locais na região do empreendimento, a Enel Green Power também desenvolve, desde 2017, quando iniciou a construção de Morro do Chapéu Sul, diversas ações de sustentabilidade que criam valor para o território, como o apoio a grupos produtivos, projetos educacionais, culturais e de direitos humanos. Entre as iniciativas, realizadas a partir do diálogo contínuo com as comunidades locais, está a instalação de cisternas que garantem acesso à água potável para famílias de comunidades das áreas de influência de parques eólicos da Enel. A empresa viabilizou a construção de 135 reservatórios de água para os moradores, que vivem no semiárido baiano, e promoveu capacitações para manutenção das cisternas e tratamento da água armazenada. As ações estão em linha com a estratégia de desenvolvimento territorial e a Política de Criação de Valor Compartilhado do Grupo Enel.

No Brasil, o Grupo Enel, por meio de suas subsidiárias EGPB e Enel Brasil, tem uma capacidade total instalada renovável de mais de 4,3 GW, dos quais mais de 1,8 GW são de fonte eólica, cerca de 1,2 GW são de fonte solar e cerca de 1,3 GW de hidro.

Mais Lidas De Hoje
Veja Também
Newsletter TN

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.