acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Portos

Em 2018, nossos portos movimentaram 1,117 bilhão de toneladas de cargas e combustíveis se destacou com 203 milhões

14/02/2019 | 09h31
Em 2018, nossos portos movimentaram 1,117 bilhão de toneladas de cargas e combustíveis se destacou com 203 milhões
Agência Petrobras Agência Petrobras

A movimentação de cargas no setor portuário apresentou um crescimento de 2,7% em 2018, na comparação com o ano anterior. Dados divulgados hoje (12) pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) mostram que, no ano passado, 1,117 bilhão de toneladas de cargas foram movimentadas em terminais públicos e privados.

As cargas de granel sólido foram as responsáveis pela maior movimentação. No total, os portos e terminais movimentaram 712,8 milhões de toneladas de granel sólido, 2,4% a mais que em 2017. Em seguida, com 235,1 milhões de toneladas, vêm as cargas de granel líquido, um aumento de 1,9% em relação ao ano anterior. Os contêineres aparecem em terceiro lugar, com 112,8 milhões de toneladas, crescimento de 4,8% em 12 meses. A carga geral solta movimentou 56,7 milhões de toneladas, crescimento de 6,1% no período.

Divulgação

A principal carga transportada foi o minério de ferro. "O setor portuário movimentou 407 milhões de toneladas dessa carga em 2018. O minério de ferro, conforme os dados da Antaq, representa 36% do total movimentado por portos e terminais privados do país", informou a agência.

Na sequência, aparecem os combustíveis, com 203 milhões de toneladas, crescimento de 18,2% em relação ao ano anterior. Na terceira posição, contêineres, com cerca de 113 milhões de toneladas, crescimento de 10,1% no período. A soja apresentou um aumento de 91% no volume transportado, com 102 milhões de toneladas.

A navegação de cabotagem, movimentação aquaviária de cargas dentro do país, transportou 229 milhões de toneladas, crescimento de 26%, no mesmo período. De acordo com o diretor da Antaq Adalberto Tokarski, a greve dos caminhoneiros no ano passado ajudou no crescimento. "Com a greve dos caminhoneiros, houve uma lupa nesse setor, até então bastante desconsiderado, a Antaq trabalha para ela crescer cada vez mais", disse.

A Antaq estima que a movimentação de cargas no portos chegue a 1,156 bilhão de toneladas em 2019, um aumento de 3,5% em relação a 2018.



Fonte: Redação/Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar