acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energias renováveis

Em 2018 foram investidos mais de US$ 300 bilhões em energias renováveis, a solar foi o destaque

14/03/2019 | 09h51

O relatório anual de uma das mais renomadas empresas de pesquisa do mercado elétrico mundial, a Bloomberg New Energy Finance, mostrou que os investimentos em fontes renováveis de geração elétrica em 2018 totalizaram US$ 332,1 bilhões.

Isso marca o quinto ano consecutivo em que os investimentos em fontes limpas passam dos US$ 300 bilhões, embora o volume deste ano tenha ficado 8% abaixo do total investido em 2017.

Entre as fontes com maior investimento, a solar fotovoltaica foi a primeira, com US$ 130,8 bilhões acumulados em 2018, o que mostra que os países, assim como os consumidores, estão interessados em tudo sobre a energia solar.

Segundo o relatório, entretanto, esse total representa uma queda de 24% em relação a 2017, o que, de acordo com os responsáveis pela pesquisa, se deve à mudança abrupta do governo da China, líder mundial, nos investimentos na solar no meio do ano passado.

Contudo, o time de pesquisadores da Bloomberg estima que a capacidade instalada da energia solar em 2018 tenha sido de 109 gigawatts, mais que os 99 GW de 2017.

A energia eólica ficou em segundo lugar nos investimentos, com US$ 128,6 bilhões, seguida pela Biomassa, com U$ 6,3 bilhões, e biocombustível, com US$ 3 bilhões.

Outras fontes com investimentos destacados foram a geotérmica, com US$ 1,8 bilhões, hídrica de pequeno porte.

Entre os países que mais investiram, a China mais uma vez ficou em primeiro, com US$ 100,1 bilhões, uma queda de 32% em relação a 2017.

Os Estados Unidos, mesmo com um governo ligado à geração por combustíveis fósseis, subiram 12% e ficaram em segundo, com U$ 64,2 bilhões aplicados em energias limpas.

Mas o maior crescimento foi registrado pela Europa, que ficou 27% acima de 2017 e fechou 2018 em terceiro lugar, com US$ 74,5 bilhões investidos nas renováveis.

Com os preços das tecnologias de geração limpa atingindo valores competitivos em relação aos combustíveis fósseis, é esperado que as renováveis sigam essa linha de crescimento e se tornem líderes na geração elétrica mundial nos próximos anos.



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar