acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Estratégia

EDP quer participar do leilão de energia

30/10/2009 | 10h02
A EDP Energias do Brasil, empresa do grupo português EDP, pretende participar do leilão de energia A-5, marcado para o final de dezembro. Sem estratégia definida para a concorrência, a empresa visa possíveis projetos hidrelétricos e pode incluir duas térmicas a gás natural, de 500 MW cada, na licitação. No entanto, como até o momento nenhuma hidrelétrica prevista para o A-5 possui licença prévia ambiental, a EDP aguarda a definição do preço do gás natural para saber se as duas térmicas serão viáveis na disputa.
 
Para o leilão de eólicas, a EDP está na espera do edital do leilão para definir a forma de participação na concorrência. “Estamos analisando projetos. Queremos estar nos leilões de eólicas e de hidrelétricas”, declarou o vice-presidente de Controle de Gestão, Finanças e Relações com Investidores da empresa, Miguel Amaro, durante a teleconferência de resultados da companhia. A EDP destaca que continua com sua estratégia de crescer no segmento de geração através de uma abordagem seletiva de projetos para entregar crescimento rentável e orientado para a criação valor.
 
Amaro evitou falar de projeções ou planos da companhia devido ao período de silêncio, motivado pela oferta de ações da empresa. O Conselho de Administração da Energias do Brasil aprovou a venda de até 15.780.225 ações ordinárias em tesouraria em distribuição pública secundária no Brasil, com esforço de colocação no exterior. A quantidade pode ser acrescida de lote suplementar de até 15% das ações inicialmente ofertadas. A definição do preço do papel ocorrerá depois da conclusão do processo de coleta de intenções. O cronograma ainda não foi divulgado.


Fonte: Monitor Mercantil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar