acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Óleo e Gás

Declaração de comercialidade de petróleo leve, no Sul de Santos, é apresentada à ANP

24/02/2012 | 11h06
A Petrobras apresentou, no dia 17 de fevereiro, à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a Declaração de Comercialidade das acumulações de petróleo e gás nas áreas de Tiro e Sidon, localizados no sul da Bacia de Santos.

Essas novas acumulações receberam os nomes de Bauna e Piracaba, correspondentes às áreas de Tiro e Sidon, respectivamente. A estatal detém 100% de participação nesses campos de petróleo localizados no Bloco BMS-40, em águas rasas da Bacia de Santos, a cerca de 200 km da costa do estado de São Paulo.

Os volumes recuperáveis totais são estimados em 113 milhões de barris de óleo equivalente (boe) para o Campo de Bauna e 83 milhões de boe para o Campo de Piracaba, ambos contendo petróleo leve (34 oAPI em Bauna e 32 oAPI em Piracaba), em reservatórios arenosos situados acima da camada de sal.

As Declarações de Comercialidade ocorrem após a execução do Programa de Avaliação Exploratória, que incluiu um Teste de Longa Duração (TLD) em Tiro e outro em Sidon. Os TLDs confirmaram a excelente produtividade dos reservatórios nos dois campos, com a manutenção das vazões durante todo o período dos testes e propiciaram a aquisição de informações sobre as propriedades dos reservatórios, imprescindíveis para a otimização dos planos de desenvolvimento.

Junto com a Declaração de Comercialidade foi apresentado à ANP os Planos de Desenvolvimento (PD) dos dois campos. O sucesso exploratório obtido na área confirma o bom potencial de petróleo leve nas porções de águas rasas no sul da Bacia de Santos.


Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar