acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Negócios

CPFL Energia negocia parceria para compra do Grupo Rede

11/10/2012 | 15h50

 

O presidente da CPFL Energia, Wilson Ferreira Junior, afirmou que a companhia está em conversas com outras empresas para uma possível parceria para a aquisição do Grupo Rede. No entanto, o executivo evitou dar detalhes sobre as negociações, já que ainda estão em andamento, e informar o número e o nome das companhias que estão envolvidas.
O Grupo Rede tem até o fim do mês para apresentar à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) uma proposta para a venda do grupo. “Nós nos colocamos à disposição dele para poder ajudar”, disse. Nelson Hubner, diretor-geral da Aneel, deixou claro que não quer que o grupo seja vendido em fatias, mas toda a holding.
“CPFL é um exemplo de parcerias”, disse Ferreira Junior, que destacou os acordos feitos pela empresa em diversos negócios. Segundo ele, as parcerias são importantes na busca por modicidade tarifária e qualidade dos serviços prestados. “Isso faz parte do nosso DNA. [...] Faz muito sentido você ter parceiras”, afirmou.
Ferreira Junior lembrou que o Grupo Rede possui muitas concessionárias em várias regiões do país. “Certamente uma parceria com agentes que estejam fazendo isso no Norte e Nordeste faz muito mais sentido para ter capacidade de gestão melhor”, disse. Os ativos do Grupo rede estão muito pulverizados e demandam muitos investimentos, apontou.
O executivo confirmou o interesse nas quatro distribuidoras no interior do Estado de São Paulo: a Empresa Elétrica Bragantina (EEB), a Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema (EEVP), a Companhia Nacional Energética (CNEE), e a Caiuá, além da Empresa Energética do Mato Grosso do Sul (Enersul).
O presidente da CPFL Energia participou de painel do congresso de telecomunicações Futurecom, realizado até nesta quinta-feira (11) no Rio de Janeiro.

O presidente da CPFL Energia, Wilson Ferreira Junior, afirmou que a companhia está em conversas com outras empresas para uma possível parceria para a aquisição do Grupo Rede. No entanto, o executivo evitou dar detalhes sobre as negociações, já que ainda estão em andamento, e informar o número e o nome das companhias que estão envolvidas.


O Grupo Rede tem até o fim do mês para apresentar à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) uma proposta para a venda do grupo. “Nós nos colocamos à disposição dele para poder ajudar”, disse. Nelson Hubner, diretor-geral da Aneel, deixou claro que não quer que o grupo seja vendido em fatias, mas toda a holding.


“CPFL é um exemplo de parcerias”, disse Ferreira Junior, que destacou os acordos feitos pela empresa em diversos negócios. Segundo ele, as parcerias são importantes na busca por modicidade tarifária e qualidade dos serviços prestados. “Isso faz parte do nosso DNA. [...] Faz muito sentido você ter parceiras”, afirmou.


Ferreira Junior lembrou que o Grupo Rede possui muitas concessionárias em várias regiões do país. “Certamente uma parceria com agentes que estejam fazendo isso no Norte e Nordeste faz muito mais sentido para ter capacidade de gestão melhor”, disse. Os ativos do Grupo rede estão muito pulverizados e demandam muitos investimentos, apontou.


O executivo confirmou o interesse nas quatro distribuidoras no interior do Estado de São Paulo: a Empresa Elétrica Bragantina (EEB), a Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema (EEVP), a Companhia Nacional Energética (CNEE), e a Caiuá, além da Empresa Energética do Mato Grosso do Sul (Enersul).


O presidente da CPFL Energia participou de painel do congresso de telecomunicações Futurecom, realizado até nesta quinta-feira (11) no Rio de Janeiro.



Fonte: Valor Online
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar