acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Comemoração

CPFL Energia comemora cinco anos de IPO

30/09/2009 | 09h18
A CPFL Energia se reuniu com investidores na sede da BM&FBovespa ontem (29) em São Paulo, para comemorar os cinco anos de excelentes resultados desde que promoveu a abertura de capital com o lançamento simultâneo de ações no Novo Mercado Bovespa e na Bolsa de Nova Iorque (NYSE). Desde setembro de 2004, o valor da ação CPFE3 aumentou 16,9% acima do Ibovespa, que subiu 143,2%. Na Bolsa de Nova Iorque a alta foi de 328,0% superior à media do índice Dow Jones Brazil Titans 20 ADR, que valorizou 174,9%, e ao próprio índice Dow Jones, que amargou queda de 6,3%.


O excelente desempenho se deve aos resultados positivos obtidos pela empresa. De janeiro a junho deste ano a CPFL Energia lucrou R$ 572 milhões, com receita líquida de R$ 5 bilhões. No período, foram investidos R$ 559 milhões em expansão de negócios. Desde o IPO (sigla em inglês para Oferta Pública Inicial de ações) até 30 de junho de 2009, o dividend yeld pago atingiu 71,3% com distribuição de R$ 5,7 bilhões em dividendos.

A CPFL Energia integra o Companies Circle, seleto grupo de empresas latinoamericanas reconhecidas por adotar práticas diferenciadas de governança corporativa, e obteve o Rating AA+ de governança corporativa atribuído pela Austin Rating. Também foi eleita a melhor empresa em governança corporativa da América Latina pela Latin Finance Magazine, em conjunto com a consultoria Management & Excellence.

Desde o IPO, a empresa adquiriu as ações remanescentes da RGE (distribuidora de energia que opera no Rio Grande do Sul), a Companhia Luz e Força Santa Cruz e a CMS Energy Brasil (distribuidoras com atuação predominante em São Paulo e Rio Grande do Sul). Ao todo, são oito distribuidoras de energia elétrica com 13% de participação no mercado e atendimento a 568 municípios e 6,5 milhões de clientes.

No segmento de geração, elevou para 51% a participação no consórcio que controla a usina de Foz do Chapecó, cujas atividades devem ser iniciadas em 2010, repotenciou Pequenas Centrais Hidrelétricas e, em 2008, criou a CPFL Bionergia para investimentos em cogeração a partir do bagaço da cana. Durante o IPO a potência instalada era de 854 MW e deverá chegar a 2.202 MW em 2010.

BM&FBOVESPA Vai às Empresas

Como parte das comemorações, a Bolsa também estará presente em sete unidades da CPFL com o programa de popularização "BM&FBOVESPA Vai às Empresas" e realizará duas palestras do programa "Mulheres em Ação", na sede da companhia, levando informações sobre educação financeira e o funcionamento dos mercados para os funcionários.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar