acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia Eólica

Com cerca de US$ 380 milhões e 830 GWh por ano, Enel constrói o parque eólico Morro do Chapéu Sul, na Bahia

28/09/2016 | 15h36

A Enel, por meio da sua subsidiária de energia renovável Enel Green Power Brasil Participações (EGPB), começou a construção do parque eólico Morro do Chapéu Sul, que está localizado nos municípios de Morro do Chapéu e Cafarnaum, no estado da Bahia, a 400 quilômetros de Salvador.

“Temos o prazer de anunciar o início da construção de Morro do Chapéu Sul”, disse Carlo Zorzoli, Country Manager da Enel no Brasil. “Através do lançamento deste conjunto significativo de projetos em uma área rica em recursos eólicos, mais uma vez nos posicionamos como um player confiável e estratégico, que contribui para o desenvolvimento sustentável de todo o setor de energia elétrica brasileiro”.

O novo parque terá capacidade instalada total de 172 MW e será composta por seis subparques: Ventos de Santa Esperança (28 MW), Ventos de Santa Dulce (28 MW), Ventos de São Mário (30 MW), Ventos de São Paulo (28 MW), Ventos de São Abraão (28 MW) e Boa Vista (30 MW). O complexo é de propriedade de quatro sociedades de propósito específico (SPEs) mantidas pela EGPB e é esperado que entre em operação no primeiro semestre de 2018. Quando concluído, Morro do Chapéu Sul será capaz de gerar mais de 830 GWh por ano, o suficiente para atender à necessidade anual de consumo de energia de mais de 320.000 lares brasileiros, evitando a emissão de cerca de 225.000 toneladas de CO2 na atmosfera por ano.

A Enel vai investir cerca de US$ 380 milhões na construção de Morro do Chapéu Sul, como parte dos investimentos previstos no plano estratégico atual da empresa. O investimento será financiado por meio de recursos próprios do Grupo Enel.

Quatro subparques são apoiados por um contrato de compra de energia (Power Purchase Agreement – PPA sigla em inglês) de 20 anos com um pool de distribuidoras de energia elétrica do Brasil. A EGPB venceu a concessão do PPA após o leilão A-5 de 2014, lançado pela ANEEL. Os outros dois subparques (Ventos de São Abraão e Boa Vista) são apoiados por um PPA de 20 anos firmado no mercado livre.

Morro do Chapéu Sul é o sexto parque eólico construído pelo Grupo Enel na Bahia, estado onde a empresa já opera 264 MW de energia eólica e está construindo atualmente os projetos eólicos Delfina (180 MW) e Cristalândia (90 MW).

A Enel Green Power Brasil tem atualmente uma capacidade instalada total de 546 MW, dos quais 401 MW são de energia eólica, 12 MW de energia solar fotovoltaica e 133 MW de energia hídrica. Além disso, a empresa tem 442 MW de projetos de energia eólica, 102 MW de hidrelétrica e 807 MW deenergia solar atualmente em execução.

 

 



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar