acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Refinaria

Ceará reforça vantagens técnicas

23/02/2005 | 00h00

 Além do governador do Estado, Lúcio Alcântara, a bancada cearense do Senado e da Câmara dos Deputados pretende comparecer em peso à reunião com a ministra de Minas e Energia, Dilma Rousseff. No encontro, serão reforçadas as vantagens técnicas do Ceará para abrigar a refinaria.
Todos os três senadores e 16 (72,72%) dos 22 deputados federais eleitos pelo Ceará confirmaram até ontem à reportagem que estarão na reunião, às 13h30min, no Ministério. Com a demonstração de unidade, a bancada federal espera dar peso político à reivindicação de que o Ceará deve ser beneficiado pelo o projeto. A refinaria requer investimentos de cerca de US$ 2 bilhões e terá capacidade para processar de 150 mil a 200 mil barris de petróleo por dia.
"Vamos voltar com a nossa argumentação, mostrando que o Ceará se preparou. O Estado investiu, fez porto, ganhou infra-estrutura de energia. O Ceará fez estradas, ferrovias e tem localização favorável. É isso que a gente tem de fazer", disse o governador antes de seguir para Brasília. Lúcio ressaltou ainda que não espera uma resposta logo, porque "isso não é assunto que a pessoa diz assim na mesma hora".

Bancada - A avaliação do deputado Inácio Arruda é de que a negociação sobre a refinaria entre Petrobras e Petróleos da Venezuela S.A. (PDVSA) entrou numa fase mais avançada, após a assinatura do protocolo de intenções no último dia 14. "Isso exige revisão de indicadores técnicos que serão duplamente checados pelas empresas. Nós do Ceará queremos estar presentes nas discussões sobre esses critérios", ressaltou.
Para Inácio Arruda, as informações sobre uma possível definição favorável ao Estado de Pernambuco teriam sido "plantadas para criar desconforto" entre os estados que disputam o empreendimento.
A definição sobre o Nordeste para abrigar a refinaria já foi tomada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, segundo o deputado federal José Pimentel. "Agora, o que vão avaliar são as vantagens de cada Estado", disse. Segundo Pimentel, a posição da bancada federal de que o Ceará demonstra essas condições é "unânime".
A reunião de hoje com a ministra será também uma oportunidade de os parlamentares cearenses tirarem dúvidas sobre a definição do Estado que será beneficiado pelo projeto. Essa é a expectativa do senador Tasso Jereissati. Para ele, a infra-estrutura montada nos últimos anos credencia o Estado a receber o empreendimento e isso precisa ser levado em conta pelo Governo Federal. "Eu quero crer que amanhã (hoje) haverá uma presença maciça da bancada. Isso é um peso político considerável", reforçou o deputado federal Bismarck Maia.



Fonte: Diário do Nordeste
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar