acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Exportação

CE manda mais 90 mil ton de minério à China

12/11/2013 | 11h55

 

Novo embarque com 90 mil toneladas de minério de ferro começa a ser carregado a partir desta quarta ou quinta-feira (13 ou 14), no navio Harm, no Porto do Pecém, de onde segue no dia 22, com destino à China. Oriundo da usina de mineração da Globest Participações, instalada há cerca de três anos, no município de Quiterianópolis, na Região dos Inhamuns, no Interior cearense, o minério constitui a oitava remessa da empresa para o continente asiático.
Esta carga, no entanto, é a primeira a ser exportada com o minério de ferro já beneficiado na própria usina, a partir de investimentos realizados pela Globest, da ordem de R$ 52 milhões em um novo processo de beneficiamento, há cerca de um ano. Até junho último, o ferro era extraído e exportado em forma de pedras brutas.
Maior valor agregado
O beneficiamento permite a sua utilização na produção de ferro gusa, insumo de maior valor agregado, e consequentemente de melhor preço, próprio para a produção de aço, pelas siderúrgicas chinesas e de demais países para onde o produto for destinado.
Segundo a direção da Globest, o minério de ferro já se encontra no pátio da empresa, nas proximidades do terminal portuário do Pecém. O minério continua chegando ao porto por meio dos modais de transporte rodoviário e ferroviário.
Para viabilizar as exportações, sempre em grandes volumes e peso, a empresa adquiriu um shiploader - equipamento que otimiza o embarque de mercadorias nos navios, sem a necessidade dos guindastes comumente utilizados.
Conforme explicou a Assessoria de Imprensa da CearáPortos, - empresa que administra o porto,- o carregamento do navio demanda cerca de dez dias. "A previsão é que o minério comece a ser carregado nesta quarta ou quinta-feira", confirma a Ceará Portos. Ambas as empresas não revelam os valores da operação, nem da exportação.
Produção
Atualmente, a Globest produz, em torno de mil toneladas de minério de ferro beneficiado por dia. A expectativa é que a empresa irá ampliar a capacidade de beneficiamento para duas mil toneladas, diariamente, ainda neste ano. A jazida de minério de ferro da Globest, em Quiterianópolis, tem potencial de extração de dois milhões toneladas, o que representa cerca de dez anos de exploração. Desde que iniciou as operações no Ceará, a Globest já exportou cerca de 500 mil toneladas, conforme informações da direção da mineradora.

Novo embarque com 90 mil toneladas de minério de ferro começa a ser carregado a partir desta quarta ou quinta-feira (13 ou 14), no navio Harm, no Porto do Pecém, de onde segue no dia 22, com destino à China. Oriundo da usina de mineração da Globest Participações, instalada há cerca de três anos, no município de Quiterianópolis, na Região dos Inhamuns, no Interior cearense, o minério constitui a oitava remessa da empresa para o continente asiático.

Esta carga, no entanto, é a primeira a ser exportada com o minério de ferro já beneficiado na própria usina, a partir de investimentos realizados pela Globest, da ordem de R$ 52 milhões em um novo processo de beneficiamento, há cerca de um ano. Até junho último, o ferro era extraído e exportado em forma de pedras brutas.


Maior valor agregado

O beneficiamento permite a sua utilização na produção de ferro gusa, insumo de maior valor agregado, e consequentemente de melhor preço, próprio para a produção de aço, pelas siderúrgicas chinesas e de demais países para onde o produto for destinado.

Segundo a direção da Globest, o minério de ferro já se encontra no pátio da empresa, nas proximidades do terminal portuário do Pecém. O minério continua chegando ao porto por meio dos modais de transporte rodoviário e ferroviário.

Para viabilizar as exportações, sempre em grandes volumes e peso, a empresa adquiriu um shiploader - equipamento que otimiza o embarque de mercadorias nos navios, sem a necessidade dos guindastes comumente utilizados.

Conforme explicou a Assessoria de Imprensa da CearáPortos, - empresa que administra o porto,- o carregamento do navio demanda cerca de dez dias. "A previsão é que o minério comece a ser carregado nesta quarta ou quinta-feira", confirma a Ceará Portos. Ambas as empresas não revelam os valores da operação, nem da exportação.


Produção

Atualmente, a Globest produz, em torno de mil toneladas de minério de ferro beneficiado por dia. A expectativa é que a empresa irá ampliar a capacidade de beneficiamento para duas mil toneladas, diariamente, ainda neste ano. A jazida de minério de ferro da Globest, em Quiterianópolis, tem potencial de extração de dois milhões toneladas, o que representa cerca de dez anos de exploração. Desde que iniciou as operações no Ceará, a Globest já exportou cerca de 500 mil toneladas, conforme informações da direção da mineradora.



Fonte: Diário do Nordeste
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar