acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Pré-sal

Campo de Lula é líder na produção de óleo no Brasil

02/02/2016 | 15h35
Campo de Lula é líder na produção de óleo no Brasil
Agência Petrobras Agência Petrobras

Com o equivalente a aproximadamente 51% de toda a produção operada no pré-sal (874 mil barris por dia - bpd) em dezembro de 2015, o Campo de Lula já é o maior produtor de petróleo no Brasil, informa a Petrobras. Além disso, foi também o maior produtor nacional de gás natural, com produção média de 20,6 milhões de metros cúbicos/dia (m³/d) em dezembro.

A estatal destaca que o campo de Lula assumiu e vem mantendo a liderança na produção de petróleo nacional desde agosto do ano passado, quando ultrapassou o campo de Roncador. A expectativa para 2016 é de um aumento ainda maior com a entrada em operação das unidades flutuantes de produção, armazenamento e transferência (FPSOs, do termo em inglês Floating Production Storage and Offloading) Cidade de Maricá e Cidade de Saquarema, adicionando uma capacidade de produção de até 300 mil barris por dia ao campo.

O Cidade de Maricá já está na locação e iniciará em breve a interligação dos poços, e o Cidade de Saquarema está em processo de integração, no estaleiro Brasa, em Niterói.

Os resultados obtidos com a exportação do petróleo do campo de Lula contribuem positivamente com a balança comercial brasileira, uma vez que o óleo tem boa aceitação no mercado internacional, destaca a Petrobras. Ao todo, o volume exportado deste campo somou 59,1 milhões de barris de petróleo no ano passado (média de aproximadamente 162 mil barris por dia.

A marca alcançada representa uma tendência de mudança do perfil da cesta de exportação de petróleo, até então predominantemente de óleos pesados. A crescente participação do óleo do campo de Lula aumenta a proporção de petróleos médios ou de média densidade – como o encontrado majoritariamente na área do pré-sal da Bacia de Santos. Em 2015, a proporção de óleos médios no nosso mix de exportação atingiu 37%.



Fonte: Portal Brasil/Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar