acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Caem pedidos de falência no país

09/12/2013 | 16h05

 

A situação de solvência das empresas no país atingiu, em novembro, o segundo melhor desempenho do ano após ter apresentado em outubro o pior quadro do ano. Foram requeridas 131 solicitações de falência ante 181 pedidos registrados no mês anterior. Segundo a pesquisa Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações, em novembro de 2012 as ações do gênero somaram 136. O levantamento mostra que ocorreram 75 solicitações no segmento das micro e pequenas empresas; 27 no de médias e 29 referentes às de grande porte.
De janeiro a novembro foram registrados 1.638 requerimentos ante 1.790 em igual período do ano passado. Os economistas da Serasa Experian justificaram que essa melhora é decorrente da queda dos níveis de inadimplência dos consumidores e da variação do número de dias úteis. Ele alerta, no entanto, para o fato de que as empresas estão “enfrentando uma situação de elevação de custos financeiros por conta dos sucessivos aumentos das taxas de juros”.
O total de falências decretadas caiu de 74 para 62. Mas no acumulado desde janeiro, o número foi o mais elevado dos últimos três anos com 697 processos. Em 2012, tinham sido deferidos 649 pedidos e, em 2011, 603.

A situação de solvência das empresas no país atingiu, em novembro, o segundo melhor desempenho do ano após ter apresentado em outubro o pior quadro do ano. Foram requeridas 131 solicitações de falência ante 181 pedidos registrados no mês anterior. Segundo a pesquisa Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações, em novembro de 2012 as ações do gênero somaram 136. O levantamento mostra que ocorreram 75 solicitações no segmento das micro e pequenas empresas; 27 no de médias e 29 referentes às de grande porte.

De janeiro a novembro foram registrados 1.638 requerimentos ante 1.790 em igual período do ano passado. Os economistas da Serasa Experian justificaram que essa melhora é decorrente da queda dos níveis de inadimplência dos consumidores e da variação do número de dias úteis. Ele alerta, no entanto, para o fato de que as empresas estão “enfrentando uma situação de elevação de custos financeiros por conta dos sucessivos aumentos das taxas de juros”.

O total de falências decretadas caiu de 74 para 62. Mas no acumulado desde janeiro, o número foi o mais elevado dos últimos três anos com 697 processos. Em 2012, tinham sido deferidos 649 pedidos e, em 2011, 603.



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar