acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Golfo do México

BP negocia acordo de US$ 14 bi relativo ao desastre

27/02/2012 | 15h34
A petrolífera BP e os demandantes no processo contra a companhia referente ao vazamento de óleo no Golfo do México em 2010 estão discutindo um acordo de US$ 14 bilhões, que seria financiado com os recursos reservados para a batalha judicial, segundo três fontes familiarizadas com as tratativas.

A BP poderia concordar em encerrar o Centro de Reivindicações do Golfo do México (GCCF, na sigla em inglês), que administra um fundo de US$ 20 bilhões disposto pela petrolífera, e transferir os US$ 14 bilhões restantes para aqueles que reclamam que o vazamento de óleo prejudicou seus negócios e propriedades, informam as fontes. Um acordo com esses demandantes não incluiria multas potenciais pode danos ao meio ambiente.

A BP constituiu o GCCF em agosto de 2010 para permitir que vítimas do desastre recebessem de forma mais ágil uma compensação. Até o momento, o fundo já pagou US$ 6 bilhões, de acordo com informações de seu site.

O acidente em abril de 2010 no poço de Macondo resultou no derramamento de mais de quatro milhões de barris de petróleo no Golfo do México ao longo de 87 dias, naquele que foi o maior vazamento de óleo da história dos Estados Unidos. O desastre resultou em centenas de ações judiciais contra a BP e seus parceiros, incluindo a suíça Transocean e a americana Halliburton.


Fonte: Valor Online
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar