acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Tubos

BNDES financia com R$ 98,9 milhões projeto de expansão da V&M do Brasil

13/07/2005 | 00h00

O BNDES informa que a diretoria do Banco aprovou financiamento no valor de R$ 98,9  milhões para a V&M do Brasil S/A  - que atua no setor siderúrgico - expandir sua capacidade produtiva de 504 mil toneladas de tubos de aço sem costura para  582  mil  toneladas  por ano, a partir de 2007. Os investimentos prevêem a aquisição de novos equipamentos e a realização de melhorias ao longo da linha de produção, na unidade industrial  localizada em Belo Horizonte.
O crédito corresponde a 52% do investimento total destinado à expansão da empresa, no valor de R$ 188,6 milhões. O empreendimento tem por objetivo atender a uma forte demanda do setor petrolífero, grande consumidor de tubos de aço sem costura, especialmente os de diâmetro de até sete polegadas. Com a operação, serão criados 264 empregos diretos. O  projeto vem sendo implementado desde o ano passado e deverá estar concluído em 2006.
Os tubos de aço sem costura são produtos de alta qualidade, fabricados a partir de tarugos de aço, para serem utilizados em setores que requerem alta confiabilidade e exigências específicas, como os de petróleo, gás, refinarias, petroquímicas, nas construções civil e naval, e na cadeia automotiva. Os tubos sem costura produzidos no  país são exportados para países da Américas Latina e do Norte.
Conforme a nota do BNDES, o descobrimento de petróleo em águas profundas e o desenvolvimento da tecnologia pela Petrobras para exploração nestes locais, fez dos tubos de aço sem costura com roscas especiais, de aço especial e com tratamento térmico adequado elementos fundamentais para a operação. Dessa maneira, a tecnologia de fabricação e a isenção de solda ao longo dos tubos garantem a performance em condições extremas.
A indústria de tubos no Brasil divide-se em três grupos: tubos de aço com e sem costura e tubos de ferro fundido, podendo ser de pequeno diâmetro (até sete polegadas) e de grande diâmetro (acima de sete polegadas).
A V&M  do  Brasil, foi criada em 2000, e é uma empresa  controlada pela V&M  Tubes, sociedade de risco (joint venture) formada pela Valourec (francesa) e pela Mannesmannrohren-Werke AG (alemã), com sede em Belo Horizonte (MG). A empresa é a maior produtora de tubos de  aço sem costura do Brasil.
A unidade industrial da V&M, a Usina Barreiro, fabrica desde o gusa (liga obtida a partir da fundição de minério de ferro com o carbono obtido da queima de carvão) até os produtos finais, passando pelas fases de refino, laminação, trefilação e acabamento. Além disso, a V&M do Brasil controla as empresas V&M Mineração e V&M  Florestal, destinadas à exploração e beneficiamento de minério de ferro e à produção de carvão vegetal, nos municípios de Brumandinho (MG) e Curvelo (MG), respectivamente.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar