acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Financiamento

BNDES debate ampliação da capacidade industrial brasileira por meio do óleo e do gás do pré-sal

26/03/2019 | 11h17
BNDES debate ampliação da capacidade industrial brasileira por meio do óleo e do gás do pré-sal
Divulgação Divulgação

O Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) disponibiliza para download o Texto para discussão 132: Investimento em refino e petroquímica – emprego estratégico do petróleo pertencente à União no modelo de partilha, de Martim Francisco de Oliveira e Silva, André Camargo Cruz e Paulo Dias Mesquita.

O texto atualiza a análise sobre a venda da parcela do óleo da União em leilões de oferta de longo prazo para refino e petroquímica, efetuada durante o estudo Potencial de diversificação da indústria química brasileira, financiado pelo BNDES e realizado pela Bain & Company e a Gas Energy, entre 2013 e 2014.

Ele ainda aborda os mecanismos que podem ser usados para a atração de investimentos que propiciem a agregação local de valor a um recurso mineral finito, melhorias na balança comercial, maior independência energética, elevação na arrecadação fiscal e, evidentemente, maior desenvolvimento econômico e social, que está de acordo com os pleitos do estudo Um outro futuro é possível, que propõe utilizar o óleo e o gás da União como matéria-prima e insumo energético para fomento da cadeia industrial por meio de leilões estruturantes. Segundo a diretora de Economia e Estatística, Fátima Giovanna Coviello Ferreira: "no momento em que se discute a exploração do Pré-Sal como instrumento para o necessário choque de energia de que o Brasil precisa para ganhar competitividade, o estudo do BNDES abre espaço para a discussão do potencial de crescimento da indústria petroquímica no Brasil e da importância da agregação de valor aos recursos naturais, inclusive como alternativa ao uso como combustível, movimento que já vem acontecendo em outros países e com a maioria das petroleiras". A Abiquim está organizando uma conversa com os autores do documento para disseminar o conteúdo e as oportunidades.

Clique aqui para fazer o download do Texto para discussão 132: Investimento em refino e petroquímica – emprego estratégico do petróleo pertencente à União no modelo de partilha.



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar