acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Preço

Barril cai, em meio a incertezas sobre acordo para congelar produção

22/08/2016 | 10h56

Os futuros de petróleo operam em forte baixa nesta manhã, pressionados por realização de lucros e pela valorização do dólar ante várias outras moedas. Além disso, começam a diminuir as esperanças de que possa haver algum tipo de acordo para congelar a produção da commodity.

Em sessões recentes, o petróleo avançou em meio a um rali que o levou a acumular ganhos de mais de 20% desde a mínima que atingiu em 2 de agosto, entrando no chamado "território altista".

O rali veio após a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) afirmar que pretende ter conversas informais com outros produtores sobre formas de "estabilizar os mercados", durante uma conferência de energia prevista para o fim de setembro.

Neste começo de semana, no entanto, a maioria dos observadores avalia que há pouca chance de que grandes produtores de petróleo cheguem a um consenso para limitar a produção da commodity.

O petróleo também é pressionado nos negócios da manhã pelo avanço do dólar ante outras moedas, em meio à leitura de que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) tende a voltar a elevar juros antes do fim do ano.

O Fed realiza simpósio anual em Jackson Hole (Wyoming, EUA) nesta semana, com discurso de sua presidente, Janet Yellen, previsto para sexta-feira.

Já a Baker Hughes anunciou na sexta-feira um novo aumento no número de plataformas e poços em atividade nos EUA na semana encerrada em 19 de agosto, outro fator que tende a pesar nas cotações do petróleo.

Às 7h36 (de Brasília), o petróleo WTI para entrega em outubro, que já é o contrato mais líquido na New York Mercantile Exchange (Nymex), caía 2,57%, a US$ 47,85 por barril, enquanto o Brent para o mesmo mês recuava 2,89%, a US$ 49,41 por barril, na IntercontinentalExchange (ICE). Já o WTI para setembro, que vence no fim da sessão de hoje, tinha baixa de 2,58%, a US$ 47,27 por barril.

 



Fonte: Dow Jones Newswires, 22/08/2016
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar