acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Equipamentos

Alstom vai modernizar precipitador da Tractebel Energia

08/03/2005 | 00h00

A Alstom fechou recentemente um contrato com a Tractebel Energia, no valor de R$ 6 milhões, para modernização do precipitador eletrostático de uma unidade de 131 MW de potência da Usina UTLB do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda, em Capivari de Baixo, SC. A expectativa é de que esta modernização esteja concluída no início do segundo semestre deste ano.
A modernização faz parte do sistema de gestão ambiental da Tractebel Energia, que busca a melhoria de seus processos, visando o aperfeiçoamento de seu desempenho ambiental. A empresa já investiu cerca de R$ 4,5 milhões, entre 2000 e 2004, na modernização e manutenção dos precipitadores. A previsão para 2006 e 2007 é de investir outros R$ 6,5 milhões.
O fornecimento de equipamentos, materiais e serviços para a modernização do precipitador da caldeira de carvão é parte do escopo da Alstom. Segundo informa a assessoria da empresa, o carvão nacional tem uma composição de 43% de cinzas, enquanto em outros países esta proporção varia entre 10% e 12%.  "Aqui, a necessidade do precipitador é redobrada e, devido a maior carga de trabalho, o produto pecisará ser eficiente de de longa durabilidade", se lê no informe. 
"O fluxo de gás passa por placas internas do equipamento. Por meio de um campo elétricotais placas fazem a coleta do material particulado originado no processo de queima do carvão, preservando o meio ambiente", explica Marcos Cohen, gerente de desenvolvimento de negócios da Alstom.
Segundo Cohen, "enquanto os concorrentes estão focados no precipitador, a Alstom faz uma
avaliação e propõe alternativas desde os moinhos de carvão, passando pela combustão até chegar no precipitador. Mais do que oferecer serviço, nossa atuação objetiva apresentar soluções".
A Alstom é líder global em infra-estrutura para energia e transporte. A empresa atua nos mercados de geração e conversão de energia e transporte ferroviário e marítimo. As vendas anuais estão por volta de 14 bilhões de euros. Emprega  71 mil pessoas  e está presente em 70 países. A expectativa da empresa é crescer no mercado de controle ambiental,  cerca de 15% em relação ao ano anterior.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar