acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

AGCS divulga estudo sobre os maiores riscos para os negócios em 2014

14/01/2014 | 16h35

 

A Allianz Global Corporate & Specialty (AGCS), braço de resseguros do Grupo Allianz, lança hoje (14) o estudo “Barômetro de Risco Allianz”, que identifica os 10 maiores riscos para as empresas globais em 2014. A interrupção dos negócios e da cadeira de suprimento, catástrofes naturais, incêndios e explosões estão entre os principais riscos que ocuparão a atenção das companhias nacionais no início do ano.
A pesquisa ouviu mais 400 especialistas em riscos corporativos de 33 países e destaca a crescente complexidade dos riscos para os negócios. De acordo com o levantamento, a combinação de novos riscos econômicos e regulatórios relacionados com a tecnologia cria uma ameaça sistêmica para as empresas globais. Para responder a esses desafios, a Allianz sugere que as companhias façam controles internos mais fortes e uma gestão de risco holística dos negócios.
O ano de 2014 também será crítico para as empresas quando se trata de lidar com a ameaça representada por uma série de perigos emergentes explica Axel Theis, CEO global da AGCS. "Identificar o impacto da interconectividade entre diferentes riscos é uma prioridade para os gestores de risco. Hoje, os planos de continuidade de negócios devem envolver uma gama cada vez maior de cenários de risco. Por exemplo, uma catástrofe natural pode resultar em interrupções nos negócios, falha dos sistemas informáticos e apagões de energia, entre outros perigos”, diz Theis.
A AGCS destaca que as empresas estão mais preocupadas do que nunca com riscos cibernéticos e de reputação. No ambiente econômico lento, as empresas também se preocupam mais sobre o declínio do mercado e, especialmente, e em mercados em crescimento, sobre a escassez de talentos.
A Allianz Global Corporate & Specialty Resseguros Brasil (AGCS Re Brasil) é o centro de expertise do Grupo Allianz para riscos corporativos e especiais, com foco nos clientes com faturamento superior a BRL 1 bilhão/ano, que oferece globalmente soluções em seguros, resseguros e gerenciamento de risco para os setores Aeronáutico, Naval, Petróleo, Linhas Financeiras, Engenharia, Responsabilidade Civil e Riscos Patrimoniais.
Em 2012, a AGCS Re obteve a licença da Superintendência de Seguros Privados (Susep) para atuar como resseguradora local no Brasil. Em janeiro de 2013, a companhia abriu escritórios nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, de onde passou a liderar as operações da resseguradora na Argentina, Peru e Colômbia.
A AGCS Re Brasil recebeu rating global de “A-” e rating local “AAA” pela agência Standard & Poor’s, confirmando sua capacidade de líder de mercado para grandes riscos no país.

A Allianz Global Corporate & Specialty (AGCS), braço de resseguros do Grupo Allianz, lança hoje (14) o estudo “Barômetro de Risco Allianz”, que identifica os 10 maiores riscos para as empresas globais em 2014. A interrupção dos negócios e da cadeira de suprimento, catástrofes naturais, incêndios e explosões estão entre os principais riscos que ocuparão a atenção das companhias nacionais no início do ano.

A pesquisa ouviu mais 400 especialistas em riscos corporativos de 33 países e destaca a crescente complexidade dos riscos para os negócios. De acordo com o levantamento, a combinação de novos riscos econômicos e regulatórios relacionados com a tecnologia cria uma ameaça sistêmica para as empresas globais. Para responder a esses desafios, a Allianz sugere que as companhias façam controles internos mais fortes e uma gestão de risco holística dos negócios.

O ano de 2014 também será crítico para as empresas quando se trata de lidar com a ameaça representada por uma série de perigos emergentes explica Axel Theis, CEO global da AGCS. "Identificar o impacto da interconectividade entre diferentes riscos é uma prioridade para os gestores de risco. Hoje, os planos de continuidade de negócios devem envolver uma gama cada vez maior de cenários de risco. Por exemplo, uma catástrofe natural pode resultar em interrupções nos negócios, falha dos sistemas informáticos e apagões de energia, entre outros perigos”, diz Theis.

A AGCS destaca que as empresas estão mais preocupadas do que nunca com riscos cibernéticos e de reputação. No ambiente econômico lento, as empresas também se preocupam mais sobre o declínio do mercado e, especialmente, e em mercados em crescimento, sobre a escassez de talentos.

A Allianz Global Corporate & Specialty Resseguros Brasil (AGCS Re Brasil) é o centro de expertise do Grupo Allianz para riscos corporativos e especiais, com foco nos clientes com faturamento superior a BRL 1 bilhão/ano, que oferece globalmente soluções em seguros, resseguros e gerenciamento de risco para os setores Aeronáutico, Naval, Petróleo, Linhas Financeiras, Engenharia, Responsabilidade Civil e Riscos Patrimoniais.

Em 2012, a AGCS Re obteve a licença da Superintendência de Seguros Privados (Susep) para atuar como resseguradora local no Brasil. Em janeiro de 2013, a companhia abriu escritórios nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, de onde passou a liderar as operações da resseguradora na Argentina, Peru e Colômbia.

A AGCS Re Brasil recebeu rating global de “A-” e rating local “AAA” pela agência Standard & Poor’s, confirmando sua capacidade de líder de mercado para grandes riscos no país.

 



Fonte: Revista TN Petróleo, Redação com Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar