Internacional

Petróleo fecha em alta mesmo com alta inesperada dos estoques nos EUA

Temor de expansão do conflito em Gaza pressiona preços da commodity.

Reuters, 27/06/2024
27/06/2024 09:22
Visualizações: 784

 

Os preços do petróleo fecharam com uma leve alta nesta quarta-feira, 26, apesar de um salto surpreendente nos estoques de gasolina nos Estados Unidos, enquanto investidores temiam que uma potencial expansão da guerra em Gaza pudesse impactar a oferta de petróleo do Oriente Médio.

Os futuros do petróleo Brent subiram US$ 0,24, ou 0,3%, a US$ 85,25 por barril. Os futuros do petróleo West Texas Intermediate dos EUA fecharam em alta de US$ 0,07, a US$ 80,90 por barril.

As tensões transfronteiriças entre Israel e o Hezbollah do Líbano têm aumentado nas últimas semanas, alimentando receios de uma guerra generalizada entre Israel e o Hezbollah que poderá atrair outras potências regionais, incluindo o grande produtor de petróleo, o Irã.

“O prêmio de risco geopolítico está voltando ao mercado, já que uma guerra entre Israel e o Líbano provavelmente teria o envolvimento direto do Irã, o que seria uma preocupação”, disse Andrew Lipow, da Lipow Oil Associates, com sede em Houston.

O presidente turco, Tayyip Erdogan, disse que o seu país é solidário com o Líbano e apelou ao apoio dos países regionais.

No início da sessão, os preços do petróleo caíram depois de a Administração de Informação sobre Energia dos EUA (AIE) ter relatado um salto de 3,6 milhões de barris nos estoques de petróleo do país na semana passada, surpreendendo os analistas consultados pela Reuters que esperavam uma redução. [EIA/S]

Os comerciantes de petróleo estão preocupados com o fraco consumo de gasolina nos EUA durante o pico da temporada de verão do país.

O uso de gasolina nos EUA representa cerca de 10% do consumo mundial total de petróleo, e a demanda de gasolina no país na semana passada caiu 3,6% em relação ao ano anterior, para cerca de 8,9 milhões de barris por dia. Os estoques do combustível aumentaram inesperadamente, mesmo com as refinarias reduzindo a produção.

Mais Lidas De Hoje
veja Também
Sergipe Oil & Gas 2024
Fábio Mitidieri discute com Petrobras novas estratégias ...
23/07/24
Sergipe Oil & Gas 2024
Será inaugurado terça-feira (23/07), o gasoduto que inte...
23/07/24
Sergipe Oil & Gas 2024
Semana do Petróleo, Gás e Energia começa em Sergipe
23/07/24
Apoio Offshore
CBO assina com Equinor para operar PSV Delta Cardinal
22/07/24
Oportunidade
Subsea7 oferece diversas vagas de emprego onshore e offs...
22/07/24
Oportunidade
ICONIC desenvolve banco de talentos exclusivamente para ...
22/07/24
Fenasucro
Brasil terá 20 novas biorrefinarias de etanol de milho n...
22/07/24
Bacia de Campos
Sonda Valaris DS-17 fará a perfuração do projeto Raia no...
22/07/24
Combustíveis
No fechamento do semestre, os combustíveis mais caros fo...
22/07/24
Estudo
Coral invasor é resistente a compostos biocidas usados e...
22/07/24
Etanol
Anidro cai 0,98% após 5 semanas em alta; hidratado fecha...
22/07/24
Petroquímica
Petrobras e Braskem concluem testes de produto químico c...
19/07/24
Terminais
Vast e Vibra fecham acordo de 20 anos para movimentação ...
19/07/24
Gasodutos
SCGÁS: Primeiro semestre de 2024 é marcado por avanços n...
19/07/24
Pessoas
Cristiane Schmidt assume presidência da MSGÁS
19/07/24
Energia Elétrica
Com 5,7 GW instalados, expansão da matriz elétrica brasi...
19/07/24
Certificação
FPSO Bacalhau é primeiro no mundo a receber a notação DN...
18/07/24
Certificação
Porto do Açu Operações recebe certificação internacional...
18/07/24
Premiação
ComBio é premiada com Selo Verde de Sustentabilidade
18/07/24
Evento
Repsol Sinopec lança primeiro desafio para buscar soluçã...
18/07/24
Rio Grande do Norte
Exploração e desenvolvimento das Bacias da Margem Equato...
18/07/24
VEJA MAIS
Newsletter TN

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.