RenovaBio

Negociação de CBios cresce 30% na 1ª quinzena de novembro, aponta Itaú BBA

Reuters, 23/11/2021
23/11/2021 10:32
Visualizações: 101

O mercado de créditos de descarbonização (CBios) do Brasil apresentou aquecimento, com a negociação de 2,77 milhões de títulos na primeira quinzena de novembro, alta de 30% frente à segunda quinzena de outubro, apontou relatório do Itaú BBA nesta segunda-feira.
"Houve uma boa recuperação e os preços médios das negociações na primeira quinzena se recuperaram e apresentaram tendências de alta, com valores fechando próximos da máxima do ano", apontou o banco.
O preço médio dos CBios neste ano, entretanto, está em 35,82 reais por título, segundo o relatório, abaixo do registrado no ano passado, de 43,41 reais por título.
A emissão de Cbios, por sua vez, somou 900 mil títulos na primeira quinzena do mês, ante 2,65 milhões de créditos emitidos neste mês completo de 2020, mostrou o documento.
No acumulado do ano até a segunda quinzena de novembro, o mercado somou a emissão de 26,67 milhões, superando em 7,1% a meta anual de emissões no âmbito do programa RenovaBio, de 24,9 milhões de títulos.
Cada CBio representa uma tonelada de dióxido de carbono que deixa de ser emitida.
Os títulos, que visam ajudar o Brasil a cumprir seus objetivos climáticos do Acordo de Paris, são emitidos por produtoras de biocombustíveis e devem ser obrigatoriamente comprados por distribuidoras conforme suas metas anuais.
O documento também apontou que número de Cbios disponíveis é de 23,4 milhões de títulos. Do total, 75% estão nas distribuidoras, 24% nas produtoras e 1% em partes não obrigadas.
O volume de Cbios aposentados no acumulado do ano totaliza 6,1 milhões.

 

Newsletter TN

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.