Carreira: dicas para quem quer mudar de área em 2023

04/01/2023 10:31

Visualizações: 8793

A cada fim de ano é comum que as pessoas reavaliem sua trajetória e projetem melhorias para o ano seguinte. Nesse sentido, 2023 pode estimular ainda mais o desejo de mudança - com a pandemia controlada e as iminentes transformações no cenário político. O que fazer, contudo, quando o desejo não é meramente mudar de emprego, mas mudar de área, passando a atuar em um setor ainda pouco conhecido ou explorado? Para Uranio Bonoldi, especialista em negócios, carreira e tomada de decisão, é preciso ter cautela e reconhecer os riscos que as mudanças podem causar - dessa forma, é possível que o processo de transição seja mais fácil e proveitoso.


O especialista, autor de "Decisões de alto impacto: como decidir com mais consciência e segurança na carreira e nos negócios", pondera que diferentes variáveis devem ser levadas em conta ao fazer a mudança de área. "Por exemplo: se você quer mudar para uma área que promete ter muitas vagas disponíveis, é preciso pensar se suas qualificações atendem às demandas da nova profissão ou se, de repente, essas vagas dependem mais de indicação, e menos de qualificação". Por outro lado, se você deseja mudar para uma área que tenha menos vagas, mas maior remuneração, é preciso pensar se está disponível para enfrentar um processo seletivo árduo, correndo o risco de ficar sem emprego. "Todas as possibilidades devem ser avaliadas", diz.

Um caminho possível é a elaboração de planos alternativos que possam ser acionados caso algo fuja do planejado. "Obviamente, assumir riscos é importante para o nosso crescimento profissional, e certa dose de imprevisibilidade é benéfica, já que nos instiga a usar a criatividade para agir. Porém, é preciso cuidado para que uma decisão equivocada não gere um ciclo de erros que tornem ainda mais difícil a recuperação da sua carreira. Ainda mais quando o sustento das famílias pode ser comprometido por uma escolha mal feita", pondera.

O escritor também alerta para o risco de se tomar decisões passionais. "É perigoso ser excessivamente otimista com o futuro ou mesmo muito pessimista. A empolgação e o medo desmedidos podem conduzir a pessoa ao erro, como largar um emprego estável para se lançar à busca de uma outra oportunidade sem ter segurança financeira para isso", diz. Segundo o escritor, é importante manter a racionalidade quando se faz escolhas de grande impacto como mudança de área. E, por racionalidade, entenda-se refletir mais, procurar falar com pessoas da área que planeja mudar, se imaginar trabalhando naquele novo campo e/ou nova empresa. Significa avaliar riscos e benefícios da mudança, sem se paralisar, sem procrastinar a decisão. "Analise os cenários, estude e busque conhecer ao máximo o ramo que deseja atuar, planeje alternativas e não tenha pressa, já que as grandes melhorias vêm com o tempo. Ouça sua intuição sem se deixar levar pelo impulso imediatista. Isso trará mais segurança e aumentará as chances de sucesso", finaliza.
 

Sobre o autor:
 

Uranio Bonoldi é palestrante e especialista em negócios e tomada de decisão, é professor do Executive MBA da Fundação Dom Cabral, onde leciona sobre "Poder e Tomada de Decisão". Educado pelo método Waldorf, sua graduação e em seguida a pós-graduação em administração de empresas foi feita na FGV-SP. Atuou em grandes empresas como diretor e CEO.

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.